Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Mrio Soares quer um trinco nato

Benigno Narciso-Lubango - 06 de Julho, 2019

Tcnico dos militares da Regio Sul ambiciona grupo competitivo

Fotografia: Agostinho Narciso | Edies Novembro

A aquisição urgente de um médio defensivo com aptidão para a função, carência que a equipa regista há três épocas, constitui principal preocupação do técnico do Desportivo da Huíla, Mário Soares, que teme falhar essa necessidade, à semelhança das últimas temporadas,  em que a o conjunto huilano se viu exposto há fragilidades.
Mário Soares considerou,  caso a necessidade não seja satisfeita,  pode acabar por ter um plantel  não desejado, daí,  expressar a  esperança de que para a época que se avizinha, a direcção do clube não deixe, mais uma vez, fragilizada uma posição que na sua óptica e ideia de jogo afigura-se de \"muito importante\".
“Se o médio não aparecer, acabo por não ter um plantel como desejava. A posição  “6” é a que mais me preocupa. Gostava de reforçar a posição. Não temos. Já foi assim, na época passada, e há duas épocas. Creio, que dessa vez, a direcção não vai mais deixar fragilizar a posição,  que na minha óptica e ideias de jogo é muito importante. Por isso, preciso de um jogador que se caracterize com o que é o nosso modelo de jogo”, suplicou.
O técnico, que orienta a primeira semana de trabalho da pré-época, iniciada no princípio da semana, no Lubango, declarou que dos quatro reforços que indicou, apenas um,  foi adquirido e já integra os trabalhos. Trata-se do ghanês, Seth Owusu, defesa central que na época transacta representou a Académica do Lobito.
“Quanto a reforços, ainda só nos apareceu um. Assim, dos reforços indicados estou a trabalhar com um central, que é o ghanês Seth que no ano passado representou a Académica do Lobito”, declarou.
Assegurou haver perspectiva de mais dois ou três reforços (guarda-redes, médio e avançado),  que segundo a última informação da direcção, tudo se encaminha para que a compra das aquisições se concretize.
“Há a perspectiva de mais dois ou três reforços. Segundo a última informação, tudo encaminha-se para que seja realidade. Precisamos de um guarda-redes, um médio e um avançado. Conseguir o médio está mais complicado. Com relação às outras posições, tudo indica que sim. Não vou frisar nomes, se chegam, quando, e como chegam. Cabe à direcção pronunciar-se sobre este aspecto, só devo falar dos que estão a trabalhar comigo”, acautelou.
O treinador dos militares da Região Sul escusou-se revelar os dispensados, justificou que a responsabilidade cabe à direcção do clube, na pessoa do director financeiro e administrativo, Ezequias Domingos, porém, deu como dispensados o guarda-redes Varito, o central Maludi e os médios Cirilo e Jojó.
“É um assunto da direcção, porque há nomes que estão a depender das entradas. Administrativamente,  eles é que têm de anunciar. Se a direcção anunciou esses nomes (Varito, Maludi, Cirilo e Jojó) é porque as entradas podem estar garantidas, acredito.  Enquanto não me derem a lista definitiva, prefiro não tocar em nomes. O Maludi, acredito que sim, porque entrou um central que é o ghanês Seth. O meu pedido foi essa troca. Como o Seth já está a trabalhar, a substituição já foi feita. De resto, cabe à direcção dizer”, disse.

DIRECCÇÃO SEGURA TÉCNICO
Militares da Região Sul mantêm a estrutura


O técnico Mário Soares, cuja duração do contrato não foi revelada, continua ao serviço da equipa principal de futebol do Desportivo da Huíla, como treinador principal, para a época futebolística  2019/2020, que envolve a disputa do Girabola Zap e da Taça de Angola.
O director financeiro e administrativo do clube, Ezequias Domingos, confirmou à imprensa, no Lubango, a continuidade do técnico, informou que permanece também 90 por cento da equipa, depois da saída de quatro atletas, que cessaram os respectivos vínculos contratuais e que por opção técnica não renovaram.
“Vamos manter a mesma equipa técnica e também na ordem de 90 por cento da equipa de futebol, visto que do esqueleto base da equipa da época passada, praticamente , não saiu ninguém. Terminaram o vínculo contratual com o clube, os atletas Cirilo, Maludi, Jojó e Varito”, anunciou.
Quanto às aquisições, estão confirmadas  as  contratação do ghanês Seth Owusu, defesa central, oriundo da Académica do Lobito. O dirigente  Ezequias Domingos revelou que a direcção trabalha para satisfazer as exigências da equipa técnica, que passa pela contratação de um médio - trinco, um guarda-redes e um defesa esquerdo.
\"Em relação às aquisições, temos  a garantia de uma das quatro posições, que serão um trinco, um guarda-redes e um defesa central, oriundos de clubes da primeira divisão”, disse.
Angolano de nacionalidade, Mário Soares permanece no comando da formação afecta à Região Militar Sul, depois de conduzir a equipa ao feito inédito, ao classificar, pela primeira vez na história das participações do Desportivo no Girabola Zap, na honrosa terceira posição da prova, na época 2019/2020, com 50 pontos.
BF