Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Nelo Bumba pode render Renato na gesto do futebol snior do Petro

Edvaldo Lemos - 01 de Junho, 2019

Nelo Bumba, para organizar todo dossier futebolstico

Fotografia: Jornal dos Desportos

A direcção do Petro de Luanda prepara, para os próximos dias, uma "revolução" na sua estrutura do futebol . O Jornal dos Desportos, soube de uma fonte do grémio presidido por Tomás Faria, que o antigo extremo Nelo Bumba, director das infra-estruturas desportivas do clube, é o nome que mais reúne consenso para substituir Renato Campos, no cargo de director para o futebol sénior.
A fonte fez saber que as mexidas que se desenham no clube do Catetão, têm como objectivo dar nova dinâmica à modalidade rainha da agremiação tricolor, a mais titulada do futebol nacional, face as épocas negativas nos últimos anos.
Renato Campos, antigo lateral direito do clube e da selecção nacional, chegou à direcção do futebol do Petro de Luanda, em Outubro de 2018, após a exoneração de Sidónio Malamba, que esteve à frente do cargo durante seis anos, mandato em  equipa principal não conseguiu conquistar o troféu do Girabola Zap. Aliás, com Malamba na direcção, os tricolores venceram apenas duas edições da Taça de Angola, em 2012 e 2017, respectivamente.    
O Petro não vence o Girabola Zap há dez anos. O que a equipa mais titulada da primeira divisão nacional conseguiu, nesse período, foram quatro vice-campeonatos, atrás do rival 1º de Agosto, que, na última temporada, fez o tetra.
Já com Renato Campos à frente da direcção para o futebol sénior, o Petro de Luanda terminou o Girabola Zap na segunda posição, chegou aos quartos-de-final da Taça da Confederação e "caiu" nas meias-finais da Taça de Angola, ante o rival 1º de Agosto, que na final bateu o Desportivo da Huíla por duas bolas a uma.  
A direcção do Petro, segundo a mesma fonte, está convicta que Nelo Bumba tem o perfil para ajudar o tricolor acabar com o jejum - há dez anos que a equipa não conquista o principal título do futebol nacional - por isso está motivada em nomeá-lo para exercer o cargo. 
"O pessoal está desgastante com o jejum de dez anos sem um título. Isso motivou a direcção do clube a cogitar a antiga estrela do futebol nacional, Nelo Bumba, para organizar todo dossier futebolístico, com perspectiva de chegarmos ao título em 2020", disse a fonte.
Com Renato Campos ainda em função, Nelo Bumba, caso seja nomeado, será o nono director para o futebol na história do Petro de Luanda. Antes, assumiram o cargo, Manuel Frugier dos Santos, Délcio Costa, Totoy Monteiro, Mário Fifi, Francisco Teixeira, Fernando Mangueira e Sidónio Malamba.