Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Palancas e 1 de Agosto empatam em jogo amistoso

Jorge Neto - 22 de Julho, 2019

Palancas Negras viajam para a frica do Sul, nesta quarta-feira, s 13h00, em voo da South Africa Airlines

Fotografia: Paulo Mulaza | Edies Novembro

A Selecção Nacional de sub-23 empatou ontem, 1-1, com a equipa do 1º de Agosto, no estádio França Ndalu, em desafio de preparação tendo em vista o jogo do próximo domingo fora de portas, com a similar de Eswatini (ex-Suazilândia), referente â penúltima eliminatória de acesso à fase final do CHAN/2020, a disputar-se nos Camarões.
Os dois conjuntos preparam-se para competições diferentes. Os militares realizam a pré-época para disputar a Supertaça, Girabola Zap, Taça de Angola e a Liga dos Clubes Campeões Africanos.
Os Palancas Negras viajam para a África do Sul, nesta quarta-feira, às 13h00, em voo da South Africa Airlines, onde durante dois dias vai ultimar os trabalhos de preparação antes de rumarem para o palco do jogo.
 Em terras sul-africanas o conjunto orientado pelo seleccionador nacional Silvestre Pelé fica completos com a integração dos cinco jogadores do Petro de Luanda, Eddie Afonso, Wilson, Dani, Manguxi e Karanga, que estagiam naquele pais com o seu clube.
Os cinco atletas da formação do Interclube, nomeadamente Ito, Kinito, Pedro Kiaku, Coxe e Jaredi, juntaram-se ontem pela primeira vez ao grupo e participara do jogo amistoso diante do tetra campeão nacional, 1º de Agosto, no estádio França Ndalu.
No final do jogo cujo empate a um golo foi resultado final, com golos de Mabululu, para os militares, no primeiro tempo, e Chico, de grande penalidade, para os Palancas Negras, na segunda metade, Silvestre Pelé ficou satisfeito com o desempenho dos seus pupilos.
"O nosso objectivo foi tirar ilações da nossa preparação. Nós pretendemos formar uma equipa com urgência, que defenda os interesses da nação e agradecemos o convite feito pelo 1º de Agosto e tiramos todos os registos e a partir de amanhã começarmos a trabalhar de forma que consigamos criar um equilíbrio e termos um grupo coeso e batalhador, que não fuja muito daquilo que vocês têm estado a ver na Selecção Nacional AA", disse Silvestre Pelé.
O timoneiro nacional disse ter poucas informações sobre o adversário, mas está mais preocupado em preparar bem os seus pupilos para este desafio e destacou a ausência neste momento dos jogadores do Petro de Luanda como um factor que cria embaraços na programação dos trabalhos do conjunto que orienta.
"Trabalhar com o grupo incompleto cria embaraço sim porque quando se convoca a selecção é para treinar todos em grupo para que todos oiçam e percebam a mensagem no mesmo momento de formas que as acções a serem realizadas durante o jogo, os automatismos criam-se no treino. Daí a nossa preocupação, nós não temos muito tempo  para ficarmos na África do Sul, o jogo é pra já, mas pensamos que é nossa tarefa passarmos a mensagem daquilo que queremos para este jogo de eliminatória. É importante fazermos um resultado positivo para que a eliminatória seja já resolvida na casa do adversário, sabemos que isto é difícil, o adversário também tem as suas ambições",  concluiu o seleccionador.

Para  Ivo é difícil substituir o Show
O técnico do adjunto do 1º de Agosto, Ivo Traça, admitiu, ontem, que será difícil aparecer neste momento um substituto ao nível do Show, mas têm alguns jogadores jovens no plantel que poderão fazer bem a função do ex-médio-trinco agostino que assinou contrato com a formação do Lille de França por cinco épocas. 
O auxiliar do técnico principal Dragan Jovic citou Catraio, formado pelo 1º de Agosto, como um dos potenciais jogadores para esta missão em função da sua evolução em campo.
"É difícil neste momento aparecer um jogador do nível do Show. É preciso haver trabalho para que o mesmo jogador consiga chegar ao nível do Show. Mas nós temos o Catraio, temos mais alguns meninos que estão a trabalhar connosco e acreditamos que poderão fazer bem o papel quando forem chamados, agora do mesmo nível do Show é muito difícil aparecer", disse Ivo Traça, ontem, no final do jogo amistoso com a Selecção Nacional de Sub-23, onde os dois conjuntos empataram a um golo.
O antigo médio agostino confirmou a integração na equipa no treino de hoje de Yazid Atouba, o último reforço contratado no estrangeiro pelo o conjunto militar.
"O jogador camaronês nós vamos vê-lo a jogar no sábado, no próximo jogo amistoso, mas é um atleta de eleição, sabe jogar e nós o conhecemos", afirmou Ivo Traça, acrescentando que antevê que a sua equipa esteja forte o suficiente para entrar com o pé direito na primeira competição que vai disputar diante do Desportivo da Huíla.
"Teremos um 1º de Agosto como sempre, conforme habituou-nos, forte, muito embora seja o primeiro jogo da época mas iremos fazer tudo para começarmos a ganhar as provas em que nós vamos participar. A primeira prova será esta Supertaça e queremos ganhar para comermos bem a época", rematou.