Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Palancas esboam Cosafa

Srgio V.Dias - 21 de Maio, 2018

Seleco nacional comea esta tarde no estdio dos Coqueiros a esboar a estratgia para COSAFA

Fotografia: M.Machangongo | Edies Novembro

A Selecção Nacional de Honras inicia hoje, às 17h30\', no Estádio dos Coqueiros, a sua preparação visando a participação na 18ª edição da Taça Cosafa, a ter lugar na cidade de Limpopo, África do Sul, de 27 do mês em curso a 9 de Junho. O seleccionador nacional, Srdjan Vasiljevic descartou a possibilidade da realização de qualquer jogo amistoso no país devido ao pouco tempo de trabalho que os Palancas Negras terão, antes da viagem para o local da competição, que deve acontecer entre sexta-feira e sábado.
A selecção começa a esboçar esta tarde as estratégias com vista à realização de uma campanha positiva na primeira etapa da competição, em que Angola já teve oportunidade de conquistar o troféu em três ocasiões. A sessão será marcada, fundamentalmente, pela activação da componente física dos atletas. Para amanhã estão previstas duas sessões, a matinal no Estádio Nacional 11 de Novembro e no período da tarde o conjunto retorna ao velho municipal dos Coqueiros. Srdjan Vasiljevic aposta num plantel jovem e espera uma prestação dentro dos objectivos traçados. O seleccionador justificou a aposta nos jogadores convocados a necessidade de formar um conjunto capaz de fazer face aos outros compromissos, com realce para a qualificação à fase final da Taça das Nações em 2019 nos Camarões.  “O mais importante é o que nos espera na Taça Cosafa, na África do Sul. Temos obrigação de nos apresentar o melhor possível”, disse o sérvio por ocasião do lançamento do torneio durante a divulgação da convocatória, quinta-feira última.
Para este torneio que vai decorrer na região de Polokwane, na cidade sul-africana de Limpopo, o seleccionador nacional convocou 25 jogadores. O Petro de Luanda com sete atletas lidera a lista dos eleitos seguido pelo 1º de Agosto com cinco.
Integram a lista de convocados, os guarda-redes Gerson (Petro de Luanda) e Beny (Recreativo da Caála), Ndulu (Académica do Lobito); os defesas Danilson, Eddy e Sozito (Petro de Luanda), Bonifácio (1º de Agosto), Mona (Recreativo do Caála), Lulas (Sagrada Esperança), Zé e Jó (Clube Desportivo da Huíla) e Rafa (Kabuscorp do Palancas); os médios Pedro, Mateus e Carlinhos (Petro de Luanda), Show e Vanilson (1º de Agosto), Além e Megue (Progresso do Sambizanga); bem assim como os avançados Nelson da Luz e Fofo (1º de Agosto), Nandinho (Kabuscorp do Palanca), Kaporal (Interclube), Chico Banza e Vá (Leixões de Portugal).
Angola integra o grupo B e estreia na competição frente à congénere do Botswana, no dia 28,  às 16h00, no estádio Old Peter Mokaba. Dois dias depois e à mesma hora, no campo de Seshego os Palancas medem forças com as Ilhas Maurícias e no dia 1, no mesmo local, o combinado nacional encerra a primeira fase diante do Malawi. No Grupo A encontram-se as selecções das Ilhas Seicheles, Madagáscar, Moçambique e Ilhas Comores. Os Palancas venceram a competição que junta as selecções da região austral do continente em 1999, 2001 e 2004, sob o comando técnico do brasileiro Djalma Calvacante, os angolanos Mário Calado e Oliveira Gonçalves, respectivamente.
O Zimbabwe com cinco troféus conquistados, lidera o ranking, seguido pela Zâmbia e a África do Sul com quatro cada, ao passo que a Namíbia soma apenas um troféu.