Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Pedro Gonalves rende Vasiljevic

Paulo Caculo - 19 de Agosto, 2019

CHAN de 2011, no Sudo, outra referncia entre os tcnicos que orientaram a seleco de Angola.

O Seleccionador Nacional sub-17, Pedro Gonçalves, vai orientar os Palancas Negras no jogo com a Gâmbia, a 2 de Setembro, referente às eliminatórias de qualificação ao Mundial do Qatar, agendado para 2022. A informação foi avançada, ontem, pelo presidente da FAF, Artur Almeida e Silva, em declarações à imprensa.
De acordo com o responsável federativo, contribuiu para a escolha do actual treinador da selecção jovem, apurada para o Mundial deste ano, no Brasil, o facto de reunir antecedentes que o colocam como profissional competente.
\"A eliminatória que vamos ter agora, frente à Gâmbia, exige uma série de requisitos profissionais e de treinos, o quadro técnico que temos em condições de fazê-lo é o professor Pedro Gonçalves, pelos requisitos, antecedentes competentes e conhecimentos que tem, para desempenhar este papel\", disse.
Artur Almeida esclareceu, no entanto, que o português vai orientar a selecção principal , apenas neste período transitório, na medida em que tem outras responsabilidades relativamente aos sub-17.
\"O professor Pedro Gonçalves passa a assumir esta responsabilidade, em função do profissionalismo que tem, para o efeito. Estamos a acautelar todos os aspectos. Ele (Pedro Gonçalves) vai assumir a responsabilidade neste período transitório, sem criar qualquer transtorno à selecção de sub-17, que está a  fazer um trabalho sem problemas\", acrescentou.
 De salientar que a FAF e o técnico Sérvio Srdjan Vasiljevic rescindiram, na sexta-feira, o contrato que os ligava até dia 7 de Dezembro. O ex-seleccionador e a direcção da Federação não chegaram a acordo, numa altura em que se preparam as eliminatórias de acesso ao próximo Campeonato do Mundo.
Vasiljevic é o 30º técnico a passar pelo comando dos Palancas Negras, contratado para o lugar do brasileiro Beto Bianchi, num ranking liderado por um total de 16 angolanos.
Entre os treinadores nacionais destaca-se Oliveira Gonçalves, que qualificou Angola pela primeira vez para a fase final de um campeonato do mundo, que se disputou na Alemanha, em 2006, além de ter competido em 2008, no CAN do Ghana. Lito Vidigal, foi o finalista derrotado no CHAN de 2011, no Sudão, é outra referência entre os técnicos que orientaram a selecção de Angola.