Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Petro ataca sem Azulo

17 de Agosto, 2019

Elber, Eddy Afonso, Nary, Wilson, T Carneiro, Megue, Manguxi, Alm, Picas, Isaac Mensah e Karanga.

Fotografia: Mota Ambrosio /Edies Novembro

O treinador do Petro de Luanda, António Cosano, desdramatizou a ausência do maior goleador da equipa nas últimas três temporadas (Tiago Azulão), salientando que, apesar da sua saída, o plantel passa a ter mais soluções neste sector, com as contratações de Yano e Jacques Tuysssingue, que se juntam a Tony.
Cosano falava, na quinta-feira, em conferência de imprensa destinada ao lançamento do primeiro jogo da equipa no Girabola2019/20, que tem lugar hoje, diante do Williet de Benguela. Admitiu que a saída deixa um vazio, mas considera ser colmatada com as aquisições dos pontas-de-lança que na época transacta estiveram ao serviço do Progresso do Sambizanga e Gormahia do Quénia, respectivamente.
“Agora temos mais dois (Jacques Tuysssingue e Yano), que vão certamente fazer muitos golos ao longo da época”, frisou, destacando a forma como estão a se enquadrar no plantel, a qual diz dar maior competitividade ao grupo. Quanto à estreia no campeonato nacional, sublinhou ter a equipa compacta e em condições de iniciar com vitória, embora jogue no terreno do adversário.
Referiu que o alargamento do plantel de 27 para 32 jogadores, visa colmatar algumas insuficiências do passado nos mais variados sectores. Os vice-campeões jogam com o recém promovido Williet de Benguela, naquele que será o segundo desafio oficial da temporada, depois da eliminatória de acesso à fase de grupos na Liga dos Campeões Africanos, em que venceram o Motlema do Lesotho, por 2-0.
No desafio de sábado, o Petro pode alinhar o seguinte onze: Elber, Eddy Afonso, Nary, Wilson, Tó Carneiro, Megue, Manguxi, Além, Picas, Isaac Mensah e Karanga.