Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Petro cumpre tarefa na ta�a

Jorge Neto - 29 de Julho, 2009

Numa partida com bons momentos de futebol, o Petro de Luanda derrotou, ontem, o FC Bravos do Maquis por 3-0 e mantém-se na corrida da conquista da Taça de Angola passando para os quarto-de-final desta competição.

Ainda assim, os maquisardes venderam cara a derrota, pois souberam complicar ao máximo os petrolíferos que encontraram muitas dificuldades para ultrapassar o sistema táctico esquematizado pelo técnico João Machado que até foram os primeiros a levar o perigo a baliza de Papy.

Antes do golo de Joka, aos 27', um excelente remate colocado dentro da grande área, já as duas formações tinham desperdiçado algumas oportunidades para mudar o placar, onde nos tricolores Job era quem mais dava nas vistas e Igor do lado contrário.
Aliás, Job foi uma das melhores unidades petrolíferas em campo, pena é que o cartão amarelo que viu de forma forçada pelo árbitro fez com que no intervalo fosse tomar banho mais cedo, uma forma de o poupar para os próximos compromissos dos campeões nacionais.

A forma ousada com que os pupilos de João Machado abordaram o jogo fizeram com que os tricolores demorassem a se encontrar na partida, pois somente na segunda parte as coisas ficaram mais esclarecidas, uma vez que aos Etah aos 52' se antecipou aos defesas e ao guardião Moche para fazer o cabeceamento certeiro.

A partir daí o jogo ganhou mais vivacidade com os dois conjuntos a atacar, onde os petrolíferos procuravam dilatar a vantagem e os maquisardes atrás do prejuízo, apesar do sinal mais pertencer à equipa do Catetão com mais falhanços.
Sem grandes ambições na Taça de Angola, como de resto o seu técnico já havia referido antes da partida, a formação da província do Moxico realizou um bom jogo tendo pecado gravemente nas marcações aos dianteiros petrolíferos.

As mexidas feitas pelos dois técnicos deram outra dinâmica ao desafio onde se realçam as entradas de Massinga e de Paíto que animaram o jogo. Aliás, o atacante tricolor teve tempo de marcar aos 83´o seu primeiro golo com a camisola da sua nova equipa.
O melhor marcador do Girabola, David não conseguiu deixar a sua marca no desafio, nas oportunidades que teve os remates levavam a direcção errada.