Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Petro de Luanda apresenta plantel

Edvaldo Lemos - 03 de Agosto, 2019

Tricolores mostram equipa para

Fotografia: Dombele Bernardo

O Petro de Luanda faz amanhã, às 15h00, no estádio dos Coqueiros, diante da Académica do Lobito, a apresentação oficial do plantel, que disputará a época futebolística 2019/2020, em que vai estar envolvido em três frentes, nomeadamente o Girabola Zap, Taça de Angola e Liga dos Clubes Campeões Africanos.  A apresentação do plantel à massa associativa tricolor e adeptos vai mostrar, segundo o treinador António \"Toni\" Cosano, ontem, em conferência de imprensa, realizada no Complexo Desportivo do Catetão, o que será o Petro na nova época futebolística, aberta ontem, no Lubango, com o jogo da primeira mão da Supertaça, entre o Desportivo da Huíla e o 1º de Agosto.  Toni Cosano informou, que durante o estágio pré-competitivo de 21 dias, realizado em Joanesburgo, África do Sul, a equipa técnica tricolor conseguiu incutir as suas ideias aos jogadores, por isso espera apresentar um grupo forte na presente temporada. \"Tivemos muito trabalho (no estágio) e a equipa assimilou bem. Fizemos uma mudança radical no pensamento dos jogadores, estamos em condições de enfrentar as competições em que estaremos engajados, principalmente o Girabola e a Liga Africana. Temos bons jogadores, alguns vindos da formação, assim como temos as nossas armas e confiança de alcançarmos bons resultados\", frisou. O técnico espanhol disse que os reforços conseguidos são todos do seu agrado, apesar de o clube não ter conseguidos todos os atletas que desejava, e está satisfeito com os jovens formados no clube, pois, \"garantem segurança e confiança\". \"Supervisionei todos os possíveis reforços que estavam para vir, uns se concretizaram e outros não, isso acontece em qualquer equipa. O Yano é um bom jogador e conhecedor do Girabola. O clube fez um esforço em trazer o jogador do Quénia, Jacks, um conhecedor do futebol africano. O Dany também é um jogador que já esteve entre nós e é da casa. Quanto ao Dolly Menga é um jogador que vem de uma liga europeia, com uma técnica de outro nível, tudo isso para aumentar a dinâmica na equipa\", justificou o treinador tricolor.