Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Petro de Luanda empata com Santa Rita

19 de Outubro, 2017

Petro de Luanda na meias-finais

Fotografia: Paulo Mulaza | Edies Novembro





O Petro de Luanda, tal como se previu, não "amarelou" no jogo de resposta dos quartos-de-final da Taça de Angola. Mesmo empatando diante do Santa Rita de Cássia, a uma bola, no desafio de resposta dos quartos-de-final, a equipa tricolor garantiu o passe para as meias-finais da competição.
O campeão dos campeões que chegou moralizado ao jogo com os "católicos" uigenses, em face a triunfo sobre o Maquis para o campeonato, e mesmo sem colocar muita intensidade, principalmente no primeiro tempo, teve o domínio do jogo ante um adversário que precisava correr bastante, caso quisesse provocar estragos no 11 de Novembro. 
Os tricolores tiveram o domínio do jogo, é verdade, porém, do outro lado, esteva uma equipa aguerrida e que lutou na tentativa de provocar uma grande surpresa nessa fase da prova. Aliás, o golo do empate marcado aos 86´, por intermédio de Mavambu, por sinal jogador cedido por empréstimo pelo Petro ao Santa Rita de Cássia, acabou por ser o prémio de quem, em momento algum, abdicou do desejo de triunfar na capital.
Mas, é bom que se diga, o triunfo tricolor foi bastante suado. Para se ter uma ideia do que se passou em campo, o Petro de Luanda ganhou vantagem no marcador com auto-golo de Bruno, aos 45´+1´, depois de um grande trabalho de Balakay. O remate cruzado do jogador petrolífero fez com que o uigense introduzisse a bola no fundo da baliza de Manucho. 
À semelhança do primeiro tempo, a segunda parte foi igualmente bem jogada, com o Santa Rita de Cássia a tentar sentenciar o Petro de Luanda.  Contudo, os tricolores não caíram na graça dos uigenses e mantiveram a postura inicial: maior posse de bola e domínio do jogo.