Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Petro promete conquistar Girabola`2018

Paulo Caculo - 14 de Novembro, 2017

A equipa de futebol melhorou o seu desempenho

Fotografia: Jornal dos Desportos/ Edies Novembro

A direcção do Petro de Luanda volta a colocar, entre os objectivos da equipa, a conquista do título de campeão do Girabola Zap, já a partir de 2018. A afirmação foi feita ontem pelo presidente Tomás Faria, à margem da conferência de imprensa de balanço da temporada de 2017.

Pese a vontade da direcção em retornar a equipa ao caminho dos títulos no Girabola Zap, o presidente do Petro deixa claro que a pretensão não representa, para já, uma certeza absoluta, na medida em que o projecto de conquista do campeonato será apresentado aos sócios para análise e aprovação, durante a próxima Assembleia Geral, agendada para o dia 25 do corrente.

"Tal como havíamos informado publicamente em 2014, a época de 2018 constitui para nós aquela em que o futebol, passa a enfrentar as competições com o intuito de as conquistar. Deste modo, perspectivamos apresentar na próxima Assembleia Geral de sócios, no dia 25 deste mês. A conquista do Girabola Zap e a qualificação à fase de grupos da Taça da Confederação são os objectivos traçados para o futebol em 2018", esclareceu.

Acrescentou ainda Tomás Faria que, caso a Assembleia Geral de sócios aprove o Plano Desportivo da sua direcção para a época de 2018, que contém entre os objectivos a conquista do título e a entrada na fase de grupos da Taça da Confederação, e o respectivo Orçamento que o suportará, o Petro de Luanda estará em condições de anunciar os objectivos definitivos para a próxima época.

"Vamos esperar que haja suporte financeiro para atacar estes objectivos, porque sabemos das dificuldades e do grau de exigência das competições em que nos propusemos enfrentar", sustentou.O presidente do Petro considera ser fundamental que se criem todas as condições indispensáveis à consolidação dos objectivos, colocando à disposição da equipa técnica todas as ferramentas, que possibilitem a protagonização de um trabalho sem quaisquer sobressaltos.

Em face disso, Tomás Faria concorda ser imperioso a conservação no plantel das unidades fundamentais na manobra do conjunto, mormente o naipe de atletas que durante a época futebolística de 2017 ajudaram a dar corpo à "estrutura óssea" do onze titular de Beto Bianchi.