Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Proletrios resistem presso dos domantinos

JLIO GAIANO, em Benguela - 05 de Março, 2018

As duas equipas correram muito e chutaram vrias vezes baliza em busca de golo.

Fotografia: Jornal dos Desportos

O 1º de Maio de Benguela e o Domant FC de Bula Atumba do Bengo protagonizaram ontem um espectáculo electrizante, no Estádio municipal Edelfride Palhares da Costa “Miau”, que esteve ao rubro. Sete golos numa partida em que os proletários confirmaram o favoritismo ante um adversário que vendeu caro a derrota.
O público vibrou e deixou o local da contenda feliz pela forma como foram brindado pelos atletas nas duas formações. Proletários e domantinos estiveram bem desde o princípio ao fim. Poderiam ter marcado mais, não fosse o cansaço que tomou conta dos atletas nos minutos derradeiros da contenda.
As duas equipas correram muito e chutaram várias vezes à baliza em busca de golo. Todavia, foram os pupilos de Tramagal que mais concretizaram as oportunidades criadas, colocando a equipa sempre em vantagem.
Ndjó (aos 5’), Brasuca (44’), Quinho (54’) e Márcio Luvambo (59’) foram os autores do triunfo apertado diante dos forasteiros que, apesar da derrota deixaram o estádio de cabeça levantada. Responderam ao triunfo proletário com três golos por intermédio de Mabululu (33’), Londaka (62’) e Dax (77’), evitando assim aquilo que muitos anteviam, uma goleada.
Por aquilo que os dois contendores fizeram em campo, mostrando garra e vontade de ganhar o resultado acabou por ser justo. Venceu o 1º de Maio de Benguela porque foi feliz nas oportunidades que criou e nas facilidades dadas pelo adversário.
O árbitro Bernardo Moreira realizou um trabalho digno de registo. Esteve sereno, activo e altivo no ajuizamento dos lances protagonizados pelos intervenientes em campo. Mostrou autoridade e competência, sobretudo nos momentos em que o jogo \'roçava\' à virilidade praticados pelos atletas da equipa do Bengo.

DOMANT FC
Edson regressa ao trabalho


O defesa central Edson a recuperar de uma cirurgia, depois de falhar o jogo com o 1º de Maio, está apto a regressar aos treinos esta semana, caso não haja outra contrariedade.
A garantia foi feita ao Jornal dos Desportos, pelo fisioterapeuta da equipa do Bengo, João Dandi que assegurou tratar-se de um furúnculo, e não propriamente de uma lesão, como se suspeitava.
"Se não acontecer nenhum imprevisto, o Edson retoma os treinos esta semana. Acredito que até quarta-feira, provavelmente, o jogador esteja apto a trabalhar com os colegas. A situação não é tão relevante como se pensava", garantiu. 
O nosso interlocutor disse, que o atleta padecia de um furúnculo no joelho direito e  foi operado no hospital do Dande. "Tratou-se de um furúnculo que estava a desenvolver-se no joelho direito, já foi operado no hospital provincial do Dande. Neste momento, está  a cumprir a fase de curativo", explicou. 
Edson transferiu-se no principio da época do 1º de Maio de Benguela para o Domant FC, falhou ontem o reencontro com a  ex- equipa.  Por outro lado, o treinador Gil Martins foi chamado pela direcção da formação de Bula Atumba, no sentido de reforçar a equipa técnica do plantel principal, depois da renúncia no princípio da semana finda, do antigo treinador Francisco André "Kito".
A informação foi avançada ao JD na quinta -feira, pelo secretário-geral do clube, Sivi Manuel, que espera bom desempenho do quarteto técnico.
"Reforçou-se a equipa técnica com a integração do Gil Martins no grupo, para juntar-se a Edú, Liki e Tuno. Sabe que o Gil  esteve integrado na equipa técnica principal no passado, está  a trabalhar com os escalões inferiores. Então, achou-se por bem reintegrá-lo na equipa, depois da saída do professor Kito. Isso, é muito normal nos clubes", disse Sivi Manuel.
"O Gil Martins mantém-se na equipa técnica principal. Tudo depende do presidente do clube, porque se achar que existe necessidade de contratar outro treinador, isso será feito. Caso não, então, fica com este quarteto. Em princípio, acho que continuamos mesmo com essa equipa técnica", revelou o dirigente do clube do Bengo.         AUGUSTO PANZO