Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Promessa do 1 de Agosto submetido a testes hoje no Manchester United

Jorge Neto - 25 de Fevereiro, 2019

Zito Luvumbo, 16 anos, testa a partir de hoje, s 10h00, no estdio principal de Old Trafford.

Fotografia: Edies Novembro

A jovem promessa do 1º de Agosto, o extremo direito Zito Luvumbo, 16 anos, testa a partir de hoje, às 10h00, no estádio principal de Old Trafford, na equipa do Manchester United da Inglaterra, após ser sondado pelos \"olheiros\" do clube inglês, através do scouting que fazem em África.O jogador viajou ontem para aquele país europeu, com o objectivo de testar na academia de um dos clubes mais populares e bem-sucedidos do velho continente, que tem as suas atenções viradas para África.
 É  a primeira vez que o 1º de Agosto coloca um jogador formado na Academia 4 de Abril directamente a testar num clube de tamanha dimensão e espera que o vínculo se torne realidade nos próximos dias.De acordo com o clube militar, o atleta que sempre apresentou bons indicadores e dedicado ao trabalho, joga na posição de extremo direito e em entrevista exclusiva a TV online daquela agremiação desportiva, manifestou a sua satisfação e ambição em merecer esta oportunidade.
\"Agradeço pelas condições disponíveis na academia e prometo com humildade dar o melhor de mim, para conseguir uma vaga no clube inglês e na sequência, representar dignamente o nome do1º de Agosto e os angolanos em geral\", disse o jovem jogador, que ambiciona realizar o sonho de vestir a camisola dos red devils (diabos vermelhos). 
 O coordenador, Artur Correia, revelou como aconteceu o interesse do gigante europeu na jovem promessa do 1º de Agosto. “Aproveitamos a oportunidade, não fomos nós que levámos o Zito ao Manchester United, eles é que manifestaram o interesse em trabalhar com o Zito e o clube aceitou até mesmo para o bem do atleta. A proposta chegou-nos por intermédio do “scouting” do clube inglês, vieram pela primeira vez, fizemos alguns acertos, a segunda vez a direcção decidiu que levar o atleta seria a melhor opção”, revelou.