Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Reforços têm responsabilidades acrescidas

Jorge Neto - 28 de Janeiro, 2017

Militares realizam em Benguela o estágio de pré-época para as quatro frentes na temporada futebolística que abre a 4 de Fevereiro

Fotografia: Jose Cola

Os sete jogadores, contratados pela equipa do 1º de Agosto, vão ter responsabilidades acrescidas na nova época futebolística, uma vez que desempenho dos mesmos deve ser determinante, para que os campeões nacionais cumpram com o principal objectivo da temporada: a revalidação do título conquistado no ano passado.

Guelor, Medá, Diogo e Vado (médios ofensivos), Natael (lateral esquerdo), Bobó (defesa central) e Macaia (médio central) vão ter tarefa espinhosa, para esquecer as duas "estrelas" Gelson e Ary Papel, ambos estão ao serviço do Sporting de Portugal.  

Contratado ao Atlético Sport Aviação (ASA), Guelor chega com referências no conjunto aviador, em que apesar de não ser um goleador -nato, ou seja, um avançado que joga de preferência na grande área, ainda assim é comum vê-lo a fazer golos, e muitas vezes usa o seu porte físico para tirar vantagem na disputa com os defesas contrários.

Há vários anos, o jovem Medá despontou no Campeonato Nacional como uma promessa, e fez parte de algumas selecções jovens, sobretudo nos Sub-17, onde se notabilizou. Constou ainda de algumas pré-convocatórias dos Palancas Negras. Depois de fazer a formação no ASA, onde ascendeu à equipa de seniores,  representou o Interclube e nos últimos dois anos o Kabuscorp do Palanca. Pode dar-se o caso que com  esta mudança de ares possa despertar o bom jogador que fez os agostinos contratá-lo.

O defesa central Bobó,  proveniente do Kabuscorp do Palanca demonstrou ser um dos melhores na sua posição, na época passada, e parece ter espaço na equipa, onde vai disputar a vaga com Sargento, pois o capitão Dany Massunguna é o grande "Comandante" daquela zona.

O médio central Macaia deixou o Benfica de Luanda, abraça a ambição dos campeões nacionais de revalidar o título, e sabe que vai ter uma forte concorrência para conseguir um lugar na equipa. Ainda assim, pode ser mais um trunfo para o técnico bósnio, apesar de no ano passado não dar muito nas vistas.

Diogo talvez seja o ilustre desconhecido dos adeptos militares, mas devido as suas qualidades ao ataque, pode alinhar como médio ofensivo ou avançado, movimenta-se fora e dentro da área de formas a  surpreender o adversário. Contratado ao Progresso da Lunda Sul é mais umas das unidades com que o técnico Dragan Jovic conta para marcar golos, apesar de na época passada ter feito um desempenho modesto.

Diante da saída de 10 jogadores que contribuiram para o tão ansiado e conseguido título, dez anos depois, Gelson (avançado), Ary Papel (médio ofensivo), Jumisse (moçambicano /médio defensivo), Diakite (maliano/defesa central), Patrick e Makiavala (avançados), Milambo (médio central), Fissy (lateral esquerdo), Romaric (ganês/médio ofensivo) e Vado (defesa central), a equipa vai de encontrar soluções dentro do actual plantel para manter a mística "ressuscitada" no ano passado.


CONQUISTAS
Natael e Vado são
campeões nacionais


O lateral esquerdo Natael, e o médio ofensivo Vado, são os reforços mais referenciados que recentemente foram contratados pelo 1º de Agosto para a nova temporada futebolística. Juntos somam seis títulos, são jogadores habituados a ganhar.

O primeiro, conquistou dois títulos de campeão nacional com o Recreativo do Libolo, sob a orientação dos técnicos Miller Gomes, em 2014, e João Paulo Costa, em 2015, daí ser o jogador mais titulado do actual plantel militar, além de acumular uma Supertaça e uma Taça de Angola, em 2016.

O último, a ser contratado pela formação rubro-negra, foi o médio ofensivo Vado, que dispensa apresentação no futebol nacional. O experiente jogador foi campeão em 2012 pelo Recreativo do Libolo, com o técnico Zeca Amaral, e conquistou igualmente uma Taça de Angola com o Benfica de Luanda, em 2015, com o mesmo treinador.

Com o título conquistado no ano passado, os campeões nacionais passam a ter um plantel com jogadores que conhecem a agradável sensação de levantar um grande troféu, na mais alta roda do futebol nacional.

O 1º de Agosto, na qualidade de campeão nacional, inicia a nova época no próximo dia 4 de Fevereiro, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, no jogo com o Recreativo do Libolo, a contar para a Supertaça.

A formação orientada pelo bósnio Dragan Jovic começa o Girabola Zap 2017, em casa, defronta o caloiro JGM do Huambo.


ESTÁGIO
1º de Agosto
encerra com duplo amistoso em Benguela


A equipa do 1º de Agosto encerra hoje, o estágio de pré-época que realiza na província de Benguela, com dois jogos amistosos no Estádio São Filipe, diante do Atlético Sport Aviação "ASA" e do Interclube, com vista à participação nas três competições em que vai estar envolvida esta época, nomeadamente, Girabola Zap, Taça de Angola e as eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos.

No período da manhã, às 8h00, os militares enfrentam nos aviadores e à tarde, às 15h30, jogam com os polícias, dois desafios em que a equipa técnica liderada pelo bósnio Dragan Jovic espera utilizar dois onzes diferentes, dos 27 jogadores que tem à disposição.

A formação do "rio seco" regressa à capital do país, amanhã, folga no dia seguinte, e dá continuidade ao trabalho de preparação na próxima terça-feira de manhã, no seu habitual campo de treinos, no ex-RI20.

Em terras de Ombaka, os rubro - negros disputaram três jogos amistosos, perderam com o Sagrada Esperança da Lunda Norte (2-0), venceram a Académica do Lobito (3-0), e derrotam o FC Bravos do Maquis (3-2).Os testes de hoje servem para afinar arestas, antes do desafio da Supertaça com o Recreativo do Libolo, no dia 4 de Fevereiro, no Estádio dos Coqueiros, no que pode ser o primeiro teste de "fogo" dos campeões nacionais.         
Jorge Neto