Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Renovao de Ramb ainda sem definio

Jorge Neto - 03 de Novembro, 2017

O jogador est feliz no clube e manifesta vontade em permanecer

Fotografia: Jornal dos Desportos

A renovação do contrato do melhor marcador da equipa do 1º de Agosto, Rambé, entrou num impasse. Ou seja, a direcção do clube militar e o empresário do jogador, não chegarem a qualquer acordo até ao momento, numa altura em que a época desportiva está a oito dias para encerrar.   

Segundo apurou o Jornal dos Desportos de fontes ligadas ao clube militar, o impasse reside no facto de os agostinos pedirem uma baixa de salário ao jogador, justificada pelo facto de não ter atingido a marca de 14 golos, conforme atesta o contrato, enquanto que a outra parte rejeita esta situação pelo facto do avançado ter falhado muitos jogos, devido a sucessivas lesões contraídas durante o Girabola Zap.

O jogador está feliz no clube e manifesta vontade em permanecer, mas está dependente da resolução do caso, de acordo com informações vindas do clube rubro- negro, pois está no final do vinculo contratual.

Rambé marcou 11 golos na sua estreia esta época no campeonato nacional e um tento na Taça de Angola, na vitória por 2-1, sobre a formação do Kafalango do Cunene, em desafio referente aos 16 avos-de-final da Taça de Angola, jogada apenas a uma \"mão\". O avançado não tem nenhum golo marcado de penálti.

O cabo-verdiano chegou ao clube rubro- negro para colmatar a saída do então goleador Gelson, sagrou-se artilheiro do Girabola Zap em 2016, com 23 golos. Rambé herdou a camisola 27, que pertencia a \"jóia\" agostina.

Além de não ter realizado a pré-época com a equipa, começou a jogar na 4ª jornada do campeonato nacional, teve a infelicidade de lesionar-se no clássico diante do Petro de Luanda, na 24ª ronda, ainda no primeiro tempo, e desde então não recuperou a titularidade no conjunto orientado por Dragan Jovic.

O Jornal dos Desportos soube que o jogador já mereceu o interesse de outros clubes angolanos que competem no Girabola Zap e da Europa, nomeadamente Portugal e Chipre, e do futebol árabe, mas a prioridade recai para o 1º de Agosto.