Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Rui Campos no comit executivo

Ant?nio de Brito - 17 de Março, 2017

Dirigente angolano o primeiro integrante dos Palop a entrar no quadro de efectivos da CAF

Fotografia: Jornal dos Desportos

O angolano Rui Campos foi eleito membro efectivo do Comité Executivo da Confederação Africana de Futebol, à margem da 39ª assembleia-geral ordinária deste órgão reunido ontem na cidade de Addis Abeba (Etiópia). O também presidente de direcção do Recreativo do Libolo é assim o primeiro falante da língua portuguesa a atingir tal cargo.

Rui Campos bateu na concorrência o sul africano Danny Jordan, o namibiano Francis Mbidi e o seychellense Sekutu Patel. A sua eleição constitui realmente uma retumbante vitória para o desporto angolano, uma vez que a intenção já vem de há muito tempo, mas falhada nas  tentativas  anteriores.

O dirigente angolano, membro do Comité de Ética na direcção cessante, desde a primeira hora que foi revelando optimismo na sua eleição, tendo trabalhado afincadamente em prol da sua campanha para atingir o objectivo. O trabalho que foi desenvolvendo na direcção de Issan Hayatou, jogou papel de relevo na sua vitória.

Importa recordar que Rui Campos  tem  vindo a integrar regularmente  os  Comités de Organização do Campeonato Africano das Nações de Futebol-CAN, sendo o último o disputado no começo do presente ano no Gabão. Isto permitiu-lhe abrir corredores  que de certa forma terão facilitado a sua eleição.

Aliás, dito por ele, foi à margem do CAN’2017 que se reuniu com os responsáveis das 54 federações africanas para expor  as  sus  ideias sobre o que pensa do futebol africano e aquilo que era preciso desenvolver para conferi-lo um sopro de maior vitalidade. Pelos  vistos a mensagem passou positivamente, como explica a sua vitória, ou se preferirem, a sua entrada no Comité Executivo da CAF.

O futebol angolano e dos  países de expressão portuguesa sai a ganhar com esta eleição.  Mário Calado, treinador de futebol, congratulou-se  com o feito.” É um mérito pelo grande trabalho que tem feito em prol do desenvolvimento do futebol angolano. O país ganha com a sua presença na CAF. Angola será vista de outra forma. No passado fomos muito marginalizados. Desejo-lhe muito sucesso nesta  grandiosa missão. Bem haja, o país está bastante orgulhoso.”

Para Almicar Silva, figura de grande prestígio do futebol nacional. A entrada de Rui Campos  no Comité Executivo da CAF constitui um ganho para o país . Conversei com ele  várias  vezes  e estava muito confiante, apesar de ter alguma recusa. É um bom passo para o futuro. Ele foi proposto pela anterior direcção da FAF para concorrer ao cargo. Penso que o futuro do futebol angolano estará salvaguardado. Ele tinha o apoio dos 54 países africanos. Como ambicioso que é, estou convencido de que chegará a um cargo na Fifa”. Concluiu.

Quanto ao director Nacional do Desporto, António Gomes, “estamos  felizes, porque  é  estratégia do executivo passar a colocar nos  organismos  internacionais  quadros angolanos, de modo a projectar cada vez mais a imagem do nosso país. Rui Campos sempre deu mostras  de que é um dirigente desportivo capaz e bastante competente. Com a sua eleição estou convencido que o desporto angolano será visto de uma outra forma.
Portanto, só temos  é que felicitá-lo e ajudá-lo no que for possível. “ Salientou.

Recorde-se que a assembleia elegeu o malgaxe Rhamad Rhamad para novo presidente da Confederação Africana de Futebol, em substituição de Issan Hayatou que esteve à frente do organismo 29 anos. O camaronês  foi derrotado com 34 votos contra e 20 a favor.