Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Sagrada prepara protesto contra deciso do rbitro

14 de Maio, 2018

Em funo do nvel de tenso, a Polcia de Interveno Rpida (PIR) usou gs lacrimogneo para dispersar os adeptos, que retiraram os assentos individuais das bancadas

Fotografia: VIGAS DA PURIFICAO | EDIES NOVEMBRO

O vice-presidente para o Futebol do Sagrada Esperança, José Ramos, afirmou  no Dundo que o árbitro que apitou o jogo da sua equipa frente ao Petro de Luanda, mesmo depois de reconhecer a falha, continuou o desafio, e por essa razão, a sua direcção vai apresentar nos próximos dias um protesto junto da Federação Angolana do Futebol (FAF), porque em seu entender, para além de registar desonestidade, o juiz da partida prejudicou a sua equipa que perdeu por 0-1, o golo da partida foi apontado por Élio aos 48 minutos, de cabeça.
O jogo Sagrada Esperança da Lunda - Norte - Petro de Luanda, foi referente  à 15ª jornada do Girabola Zap2018, disputou-se no sábado na cidade do Dundo, que acabou em tumulto, momentos antes do termo da partida.
O episódio registou-se durante o desafio, em virtude da decisão precipitada do juiz de terminar o jogo, quando decorria 90\'+2, depois do quarto árbitro exibir a placa, a dar mais cinco minutos. O médio diamantífero Higino,  preparava-se para substituir o médio Almeida.
Os adeptos locais contestaram da bancada e arremessaram vários objectos. Outros adeptos invadiram o recinto de jogo para ameaçar a equipa de arbitragem, que obrigou os efectivos das forças da ordem e segurança a intervirem, para controlarem os ânimos.
 Em função do nível de tensão, a Polícia de Intervenção Rápida (PIR) usou gás lacrimogéneo para dispersar os adeptos, que retiraram os assentos individuais das bancadas no Estádio conforme sucedeu num jogo recente do Girabola.