Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Seleco Nacional projecta Mundial

Srgio V.Dias - 24 de Maio, 2018

Angola vai ao campeonato do mxico

Fotografia: M.MACHANGONGO /EDIES NOVEMBRO

A Selecção Nacional de Futebol para Amputados concentra-se na segunda-feira na sede do Comité Olímpico Angolano (COA), à Cidadela em Luanda, para o início da preparação com vista à sua participação no Campeonato do Mundo da categoria, que se disputa de 24 de Outubro a 5 de Novembro, em Guadalajara, México.
A apresentação dos convocados vai ser antecedida de uma conferência de imprensa às 16h00 na sede do Comité Paralímpico Angolano, onde se vai abordar o programa de trabalhos e os objectivos de Angola na competição.
De acordo o programa do Comité Paralímpico Angolano que tivemos acesso, o primeiro grupo de atletas vão ser submetidos a teste médico, entre as 08h00 às 12h00 dos dias 26 e 27, no Centro de Medicina Desportiva. A avaliação dos jogadores prossegue na quarta-feira, no mesmo período e horário, na que deve ser a última avaliação dos convocados.
Os trabalhos de preparação do conjunto nacional vão ser repartidos em quatro fases. A primeira, estende-se até ao dia 2 de Junho, com aprumo dos aspectos físicos e técnicos à procura do melhor entrosamento e conhecimento entre os eleitos.
Depois da primeira etapa dos trabalhos, os atletas das demais províncias convocados retomam aos seus pontos de origem, regressam, posteriormente, na próxima fase da preparação, ainda sem data marcada.
De recordar, que Angola é vice -campeão mundial, feito alcançado na edição de 2014 que se disputou igualmente no México. Para a defesa do estatuto, Angola almeja realizar uma campanha que não comprometa a prestação passada.
Os trabalhos vão ser orientados pelo técnico Augusto Baptista Sucumbula, de Benguela, coadjuvado por Hélder Zeferino Gomes e Luís Manuel, do Huambo e de Benguela, respectivamente.
Constam da convocatória para esta etapa 22 jogadores: Guarda-redes Jesus Mateus (Bengo), Sebastião Cacumba (Huambo), Manuel Cavela (Benguela) e Augusto Lilito (Benguela) - os defesas Francisco Morais (Benguela), Celestino Elias (Huambo), Gabriel Passagem e Neves Undungo (Moxico) - os médios Ilário Cafula, Mário Caximcume (Benguela), Francisco Amaro (Luanda), Veríssimo Ambriz (Malanje), Laurindo Lucamba (Huambo) e José Victorino (Moxico), assim como os avançados Pedro Victor (Benguela), Sandro do Rosário, Heno Guilherme, António Eduardo (Luanda), Catarino Carvalho (Bengo), José Candeeiro, João Chiquinte (Huambo) e Sabino Joaquim (Moxico).