Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Semba FC de Cabinda nos quartos-de-final

Joaquim Suami, Cabinda - 19 de Janeiro, 2017

A formação do Semba FC, que ocupou a terceira posição da série B, com quatro pontos

Fotografia: António Soares

O Semba FC é um dos três representantes da província de Cabinda no campeonato nacional de futebol sub 20, conseguiu ontem, nesta cidade, o apuramento para os quartos de finais da competição, depois de ter beneficiado da derrota do Ferroviário da Huíla diante do Atlético do Namibe, por 2-0, no desafio da quinta jornada e última da fase de grupos, disputados no campo do Chibodo.

A formação do Semba FC ocupou a terceira posição da serie B, com quatro pontos, dependia do apuramento para os quatros de finais da prova, beneficiou da derrota do Ferrovia da Huíla que ocupava o segundo lugar do grupo com quatro pontos. O conjunto cabindense qualificou-se para outra fase, devido a vantagem de golos marcados, num total de 11 tentos, contra os sete dos huilanos.

Para a mesma jornada, a quinta, a Academia de futebol de Angola, AFA, goleou o Brilhantes do Simulambuco, 7-1, que fica fora da competição. Com o fecho da jornada da serie B, passam para os quatros de finais, as formação da AFA, Atlético do Namibe e o Semba FC de Cabinda, enquanto o Ferroviário da Huíla e o Brilhantes do Simulambuco ficam de fora da competição.  

O técnico do Semba FC, Agostinho Gomes, disse que está satisfeito com a passagem para os quartos de finais da sua agremiação, porque não esperava tal feito. Referiu, que as dificuldades técnicas e administrativas que atravessaram durante a primeira fase de grupos, indicava que não conseguiam marcar presença na outra fase da competição.

“Durante a fase de grupos, tivemos maus resultados, em que perdemos com o Atlético do Namibe, por 3-2, com AFA, por 5-1, apesar de termos empatado com Ferroviário da Huíla 1-1 e a vitória diante do Brilhantes do Simulambuco, por 7-1.

A equipa não esteve bem, os jogadores não tinham alimentação na hora, aliás, temos falta de condições materiais, como bolas, equipamentos e os jogadores estão desmoralizados. Os resultados deveu-se à falta de alimentação, transporte, e os atletas sentiram-se abandonados pela direcção do clube, o que é complicado”, disse e acrescentou qu, o Semba FC precisa de apoios materiais e financeiros para continuar de forma tranquila na prova.

“O clube não tem nada, falta-nos muita coisa. O presidente do Semba FC trabalha sozinho e não tem apoios de ninguém, precisamos de patrocínios pois somos a única equipa local que passou para a outra fase, para podermos continuar a competir de forma condigna neste campeonato.

Temos feito um trabalho excelente na formação de atletas e fruto da nossa dedicação, os jogadores estão a apresentar um bom futebol brilhante, apesar de muitos atletas estarem a jogar pela primeira vez numa competição como esta”, referiu.

AKC DO CUNENE
Na série C, o AKC do Cunene, era considerada como uma das formações mais fracas da competição, surpreendeu tudo e todos, e diante do Benfica de Cabinda no desafio disputado no campo do Chibodo.

 A turma do Cunene conseguiu passar para outra fase, beneficiou da derrota do Recreativo da Caála por 3-1, diante do Académica do Lobito, no desafio disputado, no campo do Tafe.  

O Recreativo da Caála, com quatro pontos, na segunda posição da serie C, dependia de si para continuar em frente, mas a derrota consentida diante da Académica do Lobito, com seis pontos, na primeira posição, por 3-1, ditou o seu afastamento e permitiu o AKC do Cunene, que ocupava a terceira posição, com um ponto, igualar na pontuação e por ter sofrido menos golos. 

Para este grupo, ficam de fora, as formações do Benfica de Cabinda e do Recreativo da Caála, que por alguma falha da equipa técnica liderado pelo professor, Lazaro Cardoso, ditou o afastamento prematuro da formação do Huambo, que apresentou até a quinta jornada excelente exibição de futebol.  

O Recreativo da Caála terminou a prova na terceira posição, com quatro pontos, fruto de uma vitória, um empate e uma derrota. Sofreu três golos e marcou três. Benfica de Cabinda ocupou o último lugar sem pontuação, fruto de três derrotas consecutivas. Marcou dois golos e sofreu nove.

Na serie A, até o momento em que expediamos este material, a formação do Dom Bosco de Benguela apurado para outra fase, com sete pontos, defrontava o Real Sambila, com seis, o Sagrada Esperança, com quatro pontos, estava a defrontar o Progresso da Lunda Sul, sem nenhuma pontuação.
O 1º de Agosto, campeão em título, folgou por força de calendário e pode não revalidar o troféu, caso o Sagrada Esperança e Real Sambila vençam os seus adversários.

 Para os quatros de finais, que iniciam no dia 21 do mês em curso, nos campos do Tafe e do Chibodo, às 8h00, e ás 15h00, o 1º da serie A defronta o 2º da serie B, o 1º da serie B joga diante do 2º da serie A, o 1º da serie C mede forças diante do 3º da serie A e o 2º da serie C defronta o 3º da serie B.