Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Silvestre Pel mostra optimismo

Valdia Kambata - 26 de Setembro, 2019

Fotografia: Dr

O trabalho realizado na primeira semana pela selecção nacional de Sub-17, que vai disputar a Taça COSAFA, de 11 a 20 de Outubro próximo, no Malawi, foi considerado positivo pelo seleccionador nacional adjunto, Silvestre Pelé, que vai comandar o grupo na competição regional. Falando no final do último treino da semana, realizado ontem, no estádio nacional da Cidadela, no Distrito Urbano do Rangel, o responsável técnico dos Sub-17 garantiu, que  todos os processos de treinamento foram cumpridos. "Foi um semana de preparação proveitosa. Temos um tempo muito curto e trabalhar  com jovens de 16 anos, não é em duas semanas que se consegue para obter o rendimento desejado, mas vamos continuar a trabalhar, para que os meninos consigam interiorizar aquilo que é a nossa ideia", salientou . Quanto à disposição da equipa, o técnico garantiu que o grupo esteve bem, pois "os jogadores entregaram-se de corpo e alma, bem como no cumprimento das questões tácticas". O guarda-redes Yuri David, 15 anos, do Guelson FC, e o avançado Bruno Castro, do Sacavenense de Portugal, são as novidades na equipa nacional às ordens de Silvestre Pelé. A Academia de Futebol de Angola (AFA) é a equipa mais representativa na selecção, com 9 atletas, seguida pelo 1º de Agosto com 6, Petro de Luanda com 5, Real Sambila e Marinha, ambas com 4 cada. Fazem parte dos trabalhos os seguintes atletas: Cristóvão Catuagué, Vicente Pedro, Yuri David (guarda-redes); Benedito Bengue, Domingos Mendes, Erivaldo, Miguel, Eusébio, André, Garcia Mabula, Jeremias Nkossi, José Gonga, José João, Paulo Holandês (defesas); André Muhongo, António Lopes, Alcides Antónia, Henriques Cusso, Mateus José, Sebastião Moisés, Vicente Domingos (médios); Bruno de Castro, Custódio Heleke, Makokise Chikele, Francisco Chiquinha, Freitas Avelino, João Brito, Lucas Quissanga e Yabala Pedro (avançados). O combinado angolano, detentora do título da COSAFA, está no grupo B, e vai defrontar as similares do Lesotho, Moçambique e Ilhas Comores. O grupo A é formado pelas selecções do Malawi (anfitriã), Botswana, Zâmbia e África do Sul.