Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Sociedade civil solidria com Akw

17 de Junho, 2019

Palancas Negras para o Mundial de 2006, decorrido na Alemanha.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A sociedade civil em Benguela e no Uíge manifestaram-se no fim-de-semana em solidariedade ao ex-capitão da Selecção Nacional de Angola, Akwá, sancionado pela FIFA, com o pagamento de uma multa à sua antiga equipa, o Qatar SC, no valor de 260 mil dólares.
Sancionado pelo órgão reitor do futebol mundial, o ex-deputado e capitão dos Palancas Negras não pode exercer qualquer função a nível do desporto enquanto não saldar a dívida. Apesar de clamar por apoio institucional, a verdade é que o \"herói\" da qualificação ao Campeonato do Mundo de 2006, na Alemanha, está há dez anos sem trabalhar.Solidário com o momento critico que Akwá enfrenta, os benguelenses realizaram sábado uma marcha em apoio ao ex-atleta, ao passo que nas terras do café os desportistas clamam pela a intervenção de quem de direito no país, para pagarem a dívida de um homem que muito deu pelo país.
Em jeito de agradecimento pelo apoio e solidariedade da sociedade que tem recebido, revelou nas redes sociais que \"a solidariedade, para mim, é um acto de Amor em movimento que através dela reconhecemos as lágrimas nunca choradas e as angústias nunca verbalizadas\", escreveu emocionado.
Mais adiante destacou que \"foi o que senti quando tive conhecimento da organização de uma \"Marcha solidária Akwa\", que reuniu centenas de pessoas em Benguela que gritaram pela minha dor. A todos o meu muito obrigado. Um especial agradecimento à Comissão Organizadora e a toda comunidade Benguelense pelo vosso reconhecimento, apoio e pela participação. Sou muito grato\", sublinhou.Akwá mostrou-se bastante emocionado pela iniciativa. \"Um especial agradecimento à Comissão Organizadora e a toda comunidade Benguelense pelo vosso reconhecimento, apoio e pela participação. Sou muito grato!
Recebam as minhas saudações e gratidão. Termino dizendo que a solidariedade é o sentimento que melhor expressa o respeito pela dignidade humana. O meu muito Obrigado, pelo facto de me fazerem sentir acompanhado, apoiado nesta minha batalha\", realçou.De recordar que o jogo que originou a sanção da FIFA, Akwá marcou o único golo do desafio frente ao Ruanda, em Kigali, que qualificou os Palancas Negras para o Mundial de 2006, decorrido na Alemanha.