Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Trsor considera positiva a poca

Paulo Caculo - 08 de Novembro, 2017

Camisola 6 dos diamantferos est livre para novo contrato

Fotografia: Nuno Flash | Edies Novembro

A terceira posição, conquistada pelo Sagrada Esperança da Lunda - Norte no recém terminado Girabola Zap, é considerada pelo médio Trésor de Sousa, como  resultado de um excelente trabalho do colectivo, coordenado pelo técnico Ekrem Asma.

De acordo com o capitão da equipa lunda, os 50 pontos conseguidos pela equipa em 30 jogos, 14 vitórias, oito empates e sete derrotas, espelham a \"grandiosidade de um grupo\" que soube interpretar muito bem os sinais dos tempos, e foi capaz de superar as dificuldades próprias de uma formação em constante reestruturação.

\"Foi um ano excelente. Estivemos bem, em todos os aspectos. Desde o começo do campeonato, sempre demonstrámos grande vontade de  alcançar os nossos objectivos. Este ano estivemos muito próximos de surpreender os nossos adeptos, com a conquista do Girabola, mas para um clube que já foi campeão nacional, não tem como escapar do sonho de campeão\", apontou.

A grande satisfação, do líder do balneário dos diamantíferos, prende-se com o facto de conseguirem os objectivos traçados no principio da época. Ou seja, a melhoria da posição na tabela de classificação, desiderato apontado pela direcção e apoiado pela equipa técnica.

\"Conseguimos melhorar a nossa posição na classificação, já que o ano passado, ficámos em nono lugar. Isso, deixa-nos muito satisfeitos e estamos todos felizes com isso. Acho que é fruto de muito trabalho, e da grande capacidade de liderança do nosso treinador, que sempre soube mostrar-nos o caminho para o sucesso\", acrescentou Trésor.

O médio considerou, por outro lado, que o grupo voltou a viver uma fase importante no campeonato, ao superar todos os obstáculos que teve pela frente. Apontou a vitória diante do Petro de Luanda, nas derradeiras jornadas, como um resultado que considera ter sido fundamental para conservar o terceiro lugar do Girabola Zap.

\"Acho, que de época em época, temos feito um grande trabalho graças ao nosso treinador, que procura montar muito bem a equipa, para vencer os jogos. Penso que estivemos muito melhor nos jogos em casa, e devemos destacar o facto, de termos feito 28 pontos no Dundo. Isso, devemos agradecer aos nossos adeptos, que sempre nos deram muito apoio\", garantiu Trésor.

A união do grupo, segundo o atleta, foi uma das principais chaves do sucesso da equipa. Assegurou, que o grupo sempre esteve muito concentrado, e imbuído do mesmo espírito: o de vencer. Sublinhou não ter ficado surpreendido, com o salto qualitativo, protagonizado pela equipa na classificação.

\"Não se pode falar de outra coisa, que não seja, deste sucesso do Sagrada Esperança. Estivemos muito bem no campeonato. Não foi uma época fácil, todos os jogos tiveram o seu grau de dificuldade, que obrigou-nos a um grande esforço e espírito de entreajuda. Pela forma como estivemos a jogar este ano, acredito que na próxima época, podemos ser campeões\", rematou.


FUTURO DA CARREIRA
“Estou analisar as propostas”


Trésor de Sousa acaba de cumprir o último ano de contrato, com o Sagrada Esperança. O capitão dos diamantíferos, é hoje um jogador livre e disponível, para decidir sobre o rumo a dar à sua carreira.

O camaronês confessou estar ansioso, por continuar no Dundo, mas admitiu a possibilidade de mudar de camisola, sobretudo, a julgar pelo número de propostas que lhe chegam à mesa. Já esteve muito próximo de representar o 1º de Agosto e o Kabuscorp.

\"Sinto-me muito bem aqui, mas não depende apenas de mim. Gostava de continuar na próxima época, mas tenho recebido outras propostas , tudo vai depender das condições que o Sagrada tem para me oferecer\", disse o experiente médio, 25 anos, que vestiu as cores do Sporting de Cabinda, na época 2015.

\"Se nada de anormal acontecer, ou seja, se a direcção do clube me apresentar uma proposta agradável, que vá de encontro aos meus interesses, acredito que poderei aceitar, porque tenho sido muito feliz aqui. Se houver uma proposta melhor, também não poderei defraudar\", asseverou o médio, que consta do \'onze ideal\' do Girabola, eleito pelo site Sapo Desporto.

Trésor enfatizou a finalizar, estar a aguardar por um pronunciamento do Sagrada Esperança, antes mesmo de decida viajar para férias, na sua terra natal. Diz que gostava de ver tudo decido em relação ao seu futuro, nos próximos dias, já que espera voltar com objectivos renovados.  
 PC