Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Uge quer rbitros na 1 diviso

17 de Outubro, 2017

Regio cafecola tm cinco homens do apito a nvel da segunda categoria nacional

Fotografia: M.Machangongo | Edies Novembro

O presidente de direcção Associação Provincial de Futebol do Uíge, Agostinho Neves António, almeja ver a região com pelo menos dois árbitros principais e um assistente de primeira categoria nacional até o fim do mandato do actual elenco, em 2020, dado a aposta que está a ser feito a nível da formação.
Agostinho Neves que falava ontem ao Jornal dos Desportos, por telefone, quando fazia o balanço da acção formativa para árbitros promovida no Uíge pela Federação Angolana de Futebol (FAF) e pela associação local, lamentou o facto de a província cafeícola não dispor, nesse momento, de nenhum árbitro de primeira categoria nacional.
\"O futebol no Uíge está num processo de reactivação e a arbitragem é parte integrante deste mesmo processo. Lamentamos o facto de neste momento, mesmo com uma equipa nossa a disputar o Campeonato Nacional da Primeira Divisão (Girabola Zap), no caso o Santa Rita de Cássia,  a província não ter um árbitro de primeira categoria nacional. Temos apenas 5, mas de segunda categoria nacional, o que não nos agrada muito.
Por isso, estamos a trabalhar com a FAF no sentido de potenciar os nossos árbitros, pois é nossa intenção termos até ao fim do mandato, em 2020, pelo menos dois árbitros principais e dois árbitros assistentes de primeira categoria nacional.
Essa vai ser a nossa luta\", disse.Para o efeito, segundo disse Agostinho Neves, a APF do Uíge vai manter contactos permanentes com a FAF, através do Conselho Central de Árbitros, para que a região beneficie das acções de formação.
\"Não vamos parar por aqui. Estaremos atentos as acções de formação do Conselho Central da Árbitros da FAF, pois, como disse, queremos ter árbitros principais e assistentes capacitados, o que só é possível com boa formação, e a federação está á altura de nos proporcionar\", referiu.
O responsável máximo do futebol uigense, no mandato há um ano e três meses, informou que nesse momento o elenco associativo trabalha na organização da gestão da modalidade, sendo a formação o principal objectivo.
\"Quando nos candidatámos para gerir o futebol uigense sabíamos das dificuldades mas mesmo assim aceitamos o desafio. Tal como a aposta na realização e promoção de campeonatos nas categorias de base (Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Sub-20), a formação de árbitros consta das nossas prioridades, por isso a acção que a FAF organizou na nossa província está dentro deste projecto para o quadriénio 2016/2020, pois queremos ter árbitros mais qualificados, capazes de acompanhar a dinâmica que estamos a imprimir no capitulo desportivo\", referiu.

GIRA CATINTON
Ana Castro FC
vence na estreia


A equipa do Ana Castro FC iniciou com vitória a defesa do título de campeão do Gira Catinton em futebol. Os campeões derrotaram domingo último, no campo dos Coelhos, no Cassequel/Terra Vermelha, a formação do Porto do Catinton, por 1-0, em desafio referente à primeira jornada do grupo A da IV edição da competição.
Apesar de o campeão ter iniciado o campeonato com vitória, pela diferença de golos, vê-se que a conquista dos três pontos foi bastante suada.   Vitorioso no grupo foi igualmente a formação do Limba 5 FC no duelo diante do Benfica do Catinton. À semelhança do jogo Ana Castro FC - Porto, os "limbas" tiveram igualmente uma jornada de sofrimento, aliás, o triunfo por duas bolas a uma, espelha bem o equilíbrio verificado ao longo da partida.
Os Escorpiões, no grupo b, não tiveram forças suficientes para lançar o seu "veneno" ao Real Sport. Como consequência, os "reais" venceram o jogo por 1-0, resultado que bastou para liderar o campeonato, pois no outro desafio da série, as formações do Independente do Catinton e do AC Milan "optaram" pela repartição de pontos ao empatarem sem golos. 
Com os resultados verificados na primeira jornada a classificação está assim ordenada nos dois grupos:
Grupo A: 1º - Limba 5 FC (3 pontos), 2º - Ana Castro FC (3), Porto do Catinton (0) e 4º - Benfica do Catinton (0). Grupo B: 1º - Real Sport (3), 2º - Independente (1), 3º - AC Milan (1) e 4º - Escorpiões (0).
A IV edição do Gira Catinton está a ser disputada por oito equipas, colocadas em duas séries (A e B) de cada quatro conjuntos. No grupo A pontificam as equipas do Ana Castro (campeão em título), Porto do Catinton, Limba 5 FC e Benfica do Catinton, ao passo que AC Milan, Independente FC, Real Sport e Escorpiões são os constituintes do agrupamento B.
Os jogos das meias-finais serão disputados no dia 5 de Novembro próximo, pondo frente a frente o primeiro classificado do grupo A ao segundo da série B, na primeira partida, enquanto o vencedor da série B defronta o segundo do grupo A. O desafio da final está marcada para o dia 11 do mesmo mês.
No final, o vencedor será agraciado com um prémio monetário no valor de 120 mil kwanzas (120.000.00 kzs), para além de uma taça e medalhas, ao passo que o segundo colocado vai receber 70 mil kwanzas. Serão igualmente atribuídos troféus ao guarda-redes e ao melhor marcador do torneio.
O campeonato é organizado anualmente pela Liga de Futebol do Catinton e já consagrou três títulos, sendo o primeiro para a equipa do Independente, em 2014, o segundo para o Real Sport no ano seguinte e o último para o Ana Castro FC, ocorrido no ano passado.