Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol

Vasiljevic promete abrir o livro

Paulo Caculo - 08 de Outubro, 2018

Vasiljevic reclama condies de trabalho

Fotografia: Edies Novembro

O seleccionador nacional, Srdan Vasiljevic, prometeu confessar, em breve, aos jornalistas, após a dupla jornada com a Mauritânia, os vários problemas que enfrenta no comando técnico da selecção de Angola. O técnico sérvio manifestou-se extremamente agastado, com as condições de trabalho postas à sua disposição, pela direcção da FAF.
\"Não estou satisfeito com as condições do local de treinos, porque a selecção de Angola merece muito mais\", desabafou, visivelmente insatisfeito, em relação à inexistência de um local fixo, para a selecção preparar os jogos de apuramento ao CAN.
\"Estava nos planos trabalharmos no Estádio adjacente ao 11 de Novembro. Fui visitar o local, não permiti que a equipa nacional trabalhasse num campo daqueles, pois, não reúne condições de trabalho e com passibilidade de alguém contrair uma lesão\", lamentou.
\"Já tivemos um caso destes, quando o Nelson Luz teve uma fractura devido às péssimas condições do relvado. De quem é a responsabilidade? Minha? Devem apoiar a equipa, os jogadores e não a mim, porque estou aqui apenas de passagem\", acrescentou Srdan Vasiljevic.
O seleccionador considera haver \"problema organizativo\", pois, confessa que a equipa técnica tem outros problemas (provavelmente de salários em atraso) e que garante estar disposto a abordar com os jornalistas, após os dois jogos com a selecção da Mauritânia.
\"Agora, não posso falar. Mas vou falar após os dois jogos com a Mauritânia, porque quero que vocês saibam, tenho muitas coisas para vos dizer, não tenciono falar agora. O trabalho da selecção e dos jogadores não podem ser perturbados por ninguém, e por nada. A selecção, mesmo com todos os problemas que enfrenta, tem feito bons resultados e todo o mérito vai para os jogadores\", asseverou o técnico sérvio.