Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Associao contra superliga de equipas mais poderosas

08 de Novembro, 2018

Fotografia: FABRICE COFFRIN | AFP

A Associação de Ligas Europeias de futebol reiterou, na terça-feira, a sua oposição à criação de uma \"superliga europeia fechada\", que estaria sendo trabalhada pelos grandes clubes do continente.
Segundo documentos procedentes do \"Football Leaks\", vários clubes europeus estão a trabalhar para criar este campeonato fechado, que substituiria ou competiria com a actual Liga dos Campeões.
Segundo estes documentos, o torneio contaria com 16 equipas, sendo 11 delas fundadoras: Bayern de Munique, Real Madrid, Barcelona, Juventus, Paris Saint-Germain, Milan, Manchester United, Manchester City, Chelsea, Liverpool e Arsenal.
Outros cinco clubes seriam convidados: Atlético de Madrid, Roma, Inter de Milão, Borussia Dortmund e Olympique de Marselha.
O projecto se inspiraria nos modelos de ligas americanas, que não contam com promoções e rebaixamentos, garantindo receitas estáveis aos clubes franqueados.
A Associação indica em comunicado, que \"toma nota dos rumores e especulações, e manifesta de forma permanente a sua oposição à criação de uma Superliga fechada, sob o modelo de uma franquia\".
A Associação lembra que apoia \"o modelo desportivo europeu e a estrutura piramidal aos mecanismos de promoção/despromoção, assim como os méritos desportivos dos clubes, são a base de toda competição\".
Nesse contexto, as ligas europeias \"apoiam totalmente a UEFA\" na organização de competições continentais, acrescenta o comunicado.