Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Benfica defende liderana

26 de Janeiro, 2015

Benfica joga hoje mais uma cartada na manuteno da liderana diante de um adversrio com o qual no perde desde a chegada de Jorge Jesus Luz

Fotografia: AFP

Paços de Ferreira e Benfica fecham hoje, às 21 horas, a 18ª jornada do campeonato português. O encontro desta noite encerra uma particularidade que faz pender ainda mais os pratos da balança para o lado dos lisboetas: o Benfica de Jorge Jesus ganhou todos os jogos do campeonato frente ao Paços de Ferreira desde 2009/10. Ao todo, são 11 os desafios realizados desde que Jorge Jesus comanda a formação da Luz.

Outras equipas há com quem o Benfica nunca perdeu no campeonato, casos do Rio Ave, Vitória de Setúbal, Gil Vicente, Belenenses ou Arouca, embora tenha empatado. Também só regista vitórias com Moreirense, Boavista e Penafiel. Mas não se cruzou com estes clubes em todas as épocas no consulado de Jesus. O histórico diante do Moreirense resume-se a três jogos; com os axadrezados e penafidelenses, as águias fizeram somente um jogo.

O Paços de Ferreira é, portanto, o único adversário diante do qual o Benfica não perdeu qualquer ponto em seis temporadas, fazendo o pleno de triunfos. Este domínio permitiu ao Benfica vencer, pela primeira vez em dez anos, na ronda inaugural deste campeonato, graças aos golos de Maxi Pereira e Salvio.

Se alargarmos os duelos a outras provas, o domínio do Benfica mantém-se, mas regista-se um empate na meia-final da Taça de Portugal, em 2013. Na Taça da Liga, os encarnados ganharam na final, em 2011.

Benfica e Paços de Ferreira têm mantido boas relações nos últimos anos, o que se traduz em movimentação de jogadores. Paços de Ferreira tem colhido benefícios, já que recebeu, por empréstimo, jogadores como Nélson Oliveira, David Simão, Melgarejo e, esta temporada, Rúben Pinto e Fábio Cardoso. Os encarnados contrataram Luisinho e Michel ao emblema do Paços de Ferreira.

FEHÉR
Hoje cumpriram-se 11 anos de uma das mais tristes páginas da história do Benfica: a morte de Miklos Fehér. O avançado húngaro, então com 24 anos, perdeu a vida durante um jogo em Guimarães devido a uma paragem cardio-respiratória, num dos momentos mais marcantes dos quase 111 anos do clube. O dia 25 de Janeiro está também na memória dos encarnados como o dia de aniversário de Eusébio, falecido há pouco mais de um ano, que ontem fazia 73 anos.

SAÍDA
Sulejmani pode
deixar encarnados

O extremo internacional sérvio, Miralem Sulejmani, está em vias de mudar de ares. De acordo com a imprensa portuguesa, o jogador pode deixar o Benfica ainda durante este mês de Janeiro, em virtude das poucas oportunidades que tem tido na Luz, onde ainda não conseguiu convencer Jorge Jesus.

Segundo o jornal “Record”, Miralem Sulejmani é um dos nomes apontados para deixar os encarnados neste mercado de Inverno. O PAOK da Grécia já manifestou o seu interesse para levar o sérvio por empréstimo até ao final da temporada, algo que se encontra em cima da mesa. O Benfica também está receptivo a vender Sulejmani a título definitivo, caso surja uma boa proposta.

Este ano o internacional sérvio alinhou apenas em duas ocasiões pelos encarnados da Luz, não tendo feito qualquer golo ainda. Miralem Sulejmani contribuiu na época passada para a conquista do 33º título do Benfica, tendo considerado na altura a equipa "uma grande família".