Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Benfica realiza pior campanha

07 de Dezembro, 2017

Campeão português bateu no fundo dos recordes na Europa

Fotografia: MIGUEL RIOPA | AFP

Uma campanha para a história europeia do Benfica, fica registada pelos piores motivos. E, uma prestação digna do Sporting que não passou  para os oitavos de final da Liga dos Campeões, mas entra no sorteio de segunda-feira para a Liga Europa. Resta o FC Porto, com o apuramento nas mãos nesta quarta-feira frente ao Mónaco, mas a temporada já entra nos livros de registos, por culpa do Benfica.
A derrota em casa frente ao Basileia (0-2), com o Estádio da Luz às moscas, confirmou o Benfica 2017/18 como a pior equipa portuguesa de sempre, numa fase de grupos da Liga dos Campeões. Seis jogos, seis derrotas, 1 golo marcado e 14 sofridos. Abaixo do registo que pertencia ao Sporting , desde 2000/01, 2 pontos.
Os 14 golos sofridos não batem o registo dos \"leões\" dessa época, que foi de 15 golos, mas esse é o único dado estatístico que não deixa o Benfica no fundo de qualquer tabela. Foi a equipa portuguesa que sofreu mais derrotas, foi a que marcou menos golos.
O pior registo anterior nesse campo, era do Boavista em 2011/02, quando marcou dois golos, mas já na segunda fase de grupos, depois de passar a primeira. E, do próprio Benfica naquela que era a sua pior campanha até agora, 2014/15 ainda com Jorge Jesus, quando foi último com dois golos marcados e seis sofridos.
E, este Benfica passa a ser também a equipa portuguesa com a pior diferença de golos: foram 13, acima dos 10 do Sporting na tal época 2000/01 (5 marcados e 15 sofridos).
Mas o que o Benfica fez – ou não fez esta época – ganha também espaço no registo histórico da Liga dos Campeões. Nunca um cabeça de série  perdeu tantos jogos. E, nesta época, os \"encarnados\" arriscam-se a ser a única equipa só com derrotas. Tinham a companhia do Anderlecht, mas os belgas venceram na última jornada o Celtic, por 1-0, na despedida da Europa.
Resta o Feyenoord com cinco derrotas e defrontou ontem o Nápoles. Ainda assim, os holandeses  têm mais golos marcados que o Benfica (3) e menos sofridos nesta altura (13).
Esta é a 20ª vez, que uma equipa termina a fase de grupos da Liga dos Campeões só com derrotas. Nunca  aconteceu a uma equipa com duas Taças dos Campeões no seu palmarés. Esta foi a pior das prestações de sempre, na fase de grupos da Liga dos Campeões de um cabeça de série.
Quanto ao Sporting, depois de terminar com a derrota no Camp Nou (0-2), ficou longe da sua melhor campanha de sempre na fase de grupos, os 12 pontos que garantiram o único apuramento dos \"leões\", em 2008/09.
Na oitava participação igualou o segundo o melhor registo, 7 pontos que conseguiu por mais três vezes (em 1997/98, 3º num grupo com Mónaco, Bayer de Leverkusen e Lierse, em 2007/08, 3º com Manchester United, Roma e Dínamo Kiev, e em 2014/15, também terceiro atrás de Chelsea e Schalke e à frente do Maribor).
Desta vez o Sporting caiu frente ao Barcelona, um gigante que sem fazer uma fase de grupos espectacular, confirmou o estatuto. Chegou à última jornada com o primeiro lugar assegurado, como fez nas últimas 11 épocas, um recorde.


CASTIGO
FIFA levanta
suspensão ao Kuwait

A FIFA levantou ontem  a suspensão ao Kuwait no futebol internacional, decretada em Outubro de 2015, na sequência de intromissões governamentais no comité olímpico e nas federações desportivas nacionais.
\"O Parlamento do Kuwait adoptou uma nova lei do desporto\", assegurou o presidente do órgão Gianni Infantino que esteve presente no Médio Oriente, com o objectivo de atestar se o governo local não interfere na gestão da federação de futebol.
Como consequência da proibição, o Kuwait não pôde participar na fase de apuramento para o Mundial 2018, na Rússia, e nas eliminatórias da Taça Asiática de 2019.
Ainda assim, o Kuwait permanece suspenso pelo Comité Olímpico Internacional (COI) e os atletas competiram nos Jogos Olímpicos 2016 no Rio de Janeiro, como desportivas independentes.


Eleito
Neuer melhor
guarda -redes
do mundo

O alemão Manuel Neuer foi eleito o melhor guarda-redes do mundo, em 2017, pela revista \"France Football\". O jogador do Bayern de Munique está sem jogar desde Setembro, depois de  operado a um pé, mas nem a paragem foi suficiente para  tirar o prémio atribuído pela revista.
Neuer bateu na votação, de um painel de antigos guarda-redes, como Cañizares, Sepp Maier ou Francesco Toldo, os colegas de posição Gianluigi Buffon e Thibaut Courtois, que ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente.