Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

City insiste em Sánchez

16 de Agosto, 2017

Futuro do avançado chileno mantém-se aberto apesar dos clubes interessados

Fotografia: AFP

O futuro de Alexis Sánchez ainda se mantém em aberto. A situação só não está definida porque é possível que clubes atendam o valor pedido pelo Arsenal para o vender.Uma dessas agremiações é o Manchester City, que, de acordo com o \"Telegraph\", pode apresentar 60 milhões de euros para tirar o atleta do Emirates Stadium.

No entanto, Arsene Wenger, treinador dos \"Gunners\", está a opor-se à saída.Outro clube que já se mostrou interessado no atleta é o Bayern. O jornal alemão \"Bild\", relacionados ao Gigante da Baviera, há algumas semanas noticiou que a contratação vai acontecer e, naquele período, outros meios de comunicação social pelo mundo aos poucos foram retomando a informação.

O jornal admitiu que já surgiram conversas mais sérias a respeito de interesses mútuos. Foi noticiado não apenas o interesse do jogador em juntar-se ao Bayern, como também uma fila de prioridades da qual supostamente teria. Outros clubes interessados são os franceses do PSG e Chelsea de Inglaterra.O agente do jogador chileno viajou à Alemanha para participar do aniversário de Arturo Vidal, outro que representa, e aproveita a ocasião para finalizar as negociações de Sánchez, que tem contrato com os \"Gunners\" até Junho de 2018.

MILAN
Bonucci impressionado
com o projecto do clube


O central Leonardo Bonucci, que recentemente deixou a Juventus, revelou que recebeu propostas milionárias de outros clubes europeus, mas que escolheu o Milan devido a um projecto \"mais ambicioso\", que lhe foi oferecido.\"Decidi vir para cá, porque há um projecto mais ambicioso. Não é uma questão de dinheiro. Para quem me chama mercenário, digo que tinha propostas do exterior, onde podia ganhar muito mais\", declarou o italiano em entrevista divulgada ontem pelo jornal \"La Gazzetta dello Sport\".

Bonucci chegou a ser citado por vários jornais, entre o alvo de mercado do Manchester City, viu no Milan a oportunidade de conquistar grandes títulos.\"Em quatro anos, espero ganhar a Liga dos Campeões. Quero ganhar tudo\", disse ao confessar que deseja uma trajectória comparável à de Andrea Pirlo, que fez o inverso ao trocar a Juventus pelo Milan.

De acordo com o central, a saída da Juventus também se deve a uma \"visão distinta\", à do técnico Massimiliano Allegri.\"Agora para mim, o que vale é o Milan, e a Juventus é passado. Estou agradecido pelo que me deram, com eles transformei-me num dos melhores defensores do mundo. O clube e Allegri tomaram decisões claras, e agi em consequência\", completou.Em Milão, o central italiano vai ser um dos líderes da equipa, e vai usar a braçadeira de capitão.\"É uma responsabilidade. Darei o meu melhor para defender a camisola, desde o primeiro ao último minuto, de todas as partidas\", afirmou.