Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

FIFA acerta datas com o Qatar

24 de Fevereiro, 2015

Deciso quanto programao de 2022 acontece na reunio do Comit Executivo da FIFA

Fotografia: AFP

Uma delegação da FIFA vai hoje ao Catar para reunir-se com os organizadores do Campeonato do Mundo de 2022, e definir o período de disputa da competição, a principal dúvida e grande motivo de discussões entre os dirigentes.

De acordo com  a agência AFP, a realização da prova entre Novembro e Dezembro é a ideia favorita da entidade máxima do futebol mundial.
O secretário geral da FIFA, Jèrôme Valcke, disse recentemente que o Mundial-2022 “não será em Junho ou Julho”, no verão do país do Oriente Médio, com os termómetros próximos dos 50ºC. No final do ano, o Qatar possui temperaturas mais amenas, perto dos 25ºC.

A Associação de Clubes Europeus vai participar na reunião esta semana e vai propor que o Mundial aconteça em Maio e Junho, pois assim não ia afectar as ligas nacionais e “Champions League”. No entanto, o órgão que rege o futebol europeu aceitou a ideia de o Mundial acontecer no inverno no hemisfério Norte.

Os estádios do Qatar já estão a ser construídos com o sistema potente de ar-condicionado, independentemente da data escolhida para o Mundial. A AFP garante que os dirigentes que comandam o futebol local vão aceitar qualquer decisão que a FIFA tomar. A decisão final quanto à programação de 2022 vai  acontecer durante a reunião do Comité Executivo da FIFA nos dias 19 e 20 de Março em Zurique, na Suíça.

BREVES
Nigéria e África do Sul
correm por vaga na final


Nigéria e África do Sul abrem as meias-finais da CAN de Sub-17. O programa, agora definido, tem marcado para quinta-feira o embate entre Mail e Guiné Conakri. A Costa do Marfim, campeã em título nesta categoria, os Camarões, a Zâmbia e o Níger, país organizador, foram eliminados na primeira volta.

Lacina Traoré
desfalca Mónaco

O avançado marfinense Lacina Traoré, do Mónaco, vai ser operado à perna direita e deve estar indisponível por um período entre seis a oito semanas, informou o clube francês de futebol, treinado por Leonardo Jardim.

Traoré chegou lesionado da Taça das Nações Africanas, conquistada precisamente pela Costa do Marfim e o departamento clínico dos monegascos optou pela intervenção cirúrgica para debelar definitivamente o problema que já tinha sido diagnosticado, no início da época.

“[Lacina Traoré] Será operado esta semana em Mónaco a uma fractura de esforço na tíbia direita. A lesão tinha sido tratada no início da época, mas sofreu um agravamento recente”, explicou, em comunicado, o departamento médico do Mónaco.