Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Guardiola lamenta ausência de Paul Pogba

07 de Dezembro, 2017

Médio foi castigado por pisar um adversário

Fotografia: Ian KINGTON / IKIMAGES / AFP

O Manchester United confirmou na segunda-feira que não vai recorrer do cartão vermelho aplicado no sábado a Paul Pogba, na vitória por 3-1, no jogo com  o Arsenal para o Campeonato Inglês. O astro não vai defrontar no domingo o rival Manchester City, no aguardado dérbi da 16ª jornada da\" Premier League\" no Old Trafford.
O United quis recorrer à Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) a solicitar um pedido de análise ao lance, cujo cartão surgiu depois do camisola 6 pisar Bellerín. O árbitro Andre Marriner não reportou os aplausos irónicos do médio, depois da expulsão.  Assim, a suspensão só expira ao fim das três próximas jornadas do Campeonato Inglês (além do City, Pogba também não defronta o Bournemouth e o West Bromwich).
Autor de três golos e cinco assistências em 11 partidas, Pogba fez uma declaração polémica a envolver os \"Citizens\". Desejou que jogadores do lado azul se magoassem, assim como ele, estivessem ausentes do clássico de Manchester.
\" Espero que os jogadores mais importantes se lesionem),  disse Pogba à imprensa inglesa, ouviu o seguinte de Pep Guardiola, técnico do City:
\" Ele disse isso mesmo? Esperamos não ter lesões. Acho que ele (Pogba) disse isso como forma de expressão. Estou certo que não deseja isso aos seus colegas de profissão\", comentou Pep, que lamentou a ausência de Pogba:
\" Gostaria muito que o Pogba pudesse jogar, porque gosto de defrontar equipas com a força máxima, e ver se consigo vencer\", disse.