Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Jurgen Klopp confiante no Liverpool

19 de Março, 2017

Jurgen Klopp, técnico dos reds, acredita que é a pessoa ideal para conduzir o clube ao sucesso almejado.

Fotografia: AFP

- Eu sinto que os adeptos ainda pensam que eu sou a pessoa certa no lugar certo, então, sentimos confiança e fé. Temos de usar isso, mas também temos muita qualidade. Precisamos de respeitar. Não é porque nós queremos (o título) ou desejamos isso por mais tempo, nós temos de fazer melhor e estamos a trabalhar duro para isso - disse o comandante em entrevista à Skysports.

Mais adinate: - Se eu soubesse de alguém que poderia fazer isso melhor, eu não estava aqui. Eu estou bastante convencido das circunstâncias e da base que temos. Quanto tempo (conquistar o título nacional) vai levar? Não tenho ideia, mas todos deviam ver que nós trabalhamos duro todos os dias - afirmou.
Contratado em Outubro de 2015, o alemão ainda destacou a importância de pensar nas alternativas, e voltou a reforçar a confiança no trabalho que exerce à frente do Liverpool.  - Quando você alcança o objectivo é fantástico. Se você não consegue, isso não significa que você é ruim, ou não é a pessoa certa. Vamos lá, tentemos de novo. Eu sempre penso nas alternativas. Há alguém que podia fazer melhor? - concluiu.

Com o Liverpool, Klopp deixou escapar alguns pontos importantes, diante de equipas da parte baixa da tabela. Nos clássicos, por outro lado, a equipa obtem bons resultados. Hoje, os reds  ocupam a quarta posição, denfrontam o Manchester City às 13h30 (de Brasília), no Etihad Stadium. A equipa de Klopp está a 11 pontos do líder Chelsea, e a diferença para o City, terceiro na tabela, é de apenas um ponto.

O sorteio dos quartos de finais da Liga dos Campeões da Europa, colocou frente a frente, dois dos maiores clubes do mundo. Real Madrid e Bayern de Munique vão disputar um duelo de gigantes, por uma vaga na meia-final da competição. O técnico madrileno, Zinedine Zidane, brincou com a dificuldade que pode vir a ter na sequência do torneio.

\"Agora, sabemos que não existem bolas quentes (risos)\", afirmou o treinador, e referiu-se a um possível favorecimento ao Real Madrid nos sorteios do torneio continental. Zidane comentou ainda como vai ser enfrentar Carlo Ancelotti, de quem foi auxiliar na temporada 2013/2014, quando o Real Madrid conquistou a décima Liga dos Campeões da sua história.

\"Mestre contra aluno. Isso, sim é verdade. Estive com ele como auxiliar. É uma boa pessoa e sabemos o que fez aqui. A eliminatória está 50-50. Não tenho preferências. Vamos jogar fora, temos de ir e fazer o golo, e depois vamos ver no jogo da segunda-mão\", comentou Zizou.

Para o comandante, o confronto contra os bávaros vai ser complicado, mas é um confronto de igual para igual. \"Saiu-nos um adversário duro, muito bom, e nada podemos fazer em relação a isso. Não temos medo deles, nem eles de nós. Eles têm uma boa equipa, estão a fazer uma boa temporada. São dois jogos muito bonitos para os clubes e para os adeptos\", encerrou.