Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Manchester City pode ser campeo esta tarde

07 de Abril, 2018

Equipa de Pepe Guardiola favorita no drbi com a de Mourinho

Fotografia: AFP

Poucos dias depois da desilusão europeia, com derrota por 3-0 em casa do Liverpool, o Manchester City tem hoje uma oportunidade de ouro para esquecer esse desaire e fazer desde já a festa do título de forma antecipada. Pela frente vai estar o United, equipa treinada por José Mourinho que nesta tarde sabe que o melhor que pode fazer é adiar o que parece inevitável, ou seja, o título dos "citizens", equipa que comanda a Premier League com 84 pontos, mais 16 do que a formação do técnico português.
Actualmente com cinco derrotas na presente época, o City reagiu sempre aos desaires e venceu os encontros seguintes, sendo que curiosamente um deles foi perante o United. Sucedeu em Dezembro, na ressaca de uma derrota para a "Champions", diante do Shakhtar Donetsk. Em relação ao United, vem de duas vitórias, sendo que nas provas internas vai em seis encontros seguidos sem perder.
O Manchester City-Manchester United é sempre um dos jogos mais esperados da época e, mesmo com o título já decidido, não deixa de ser um dos maiores dérbis do futebol inglês. Neste caso será também, apesar da diferença pontual entre ambos.
Quem acompanha a Premier League há algum tempo, recordar-se-á do épico final de campeonato de 2011/12. Na altura, Sergio Agüero resgatava o título para os "citizens" nos últimos segundos da partida frente ao Queens Park Rangers.
Foi um final de campeonato épico, mas uma classificação final histórica. Com 28 vitórias, o Manchester City, de Roberto Mancini, estabelecia o recorde de número de vitórias numa só época na Premier League. Curiosamente, terminando o campeonato em segundo lugar, mas com os mesmos pontos (89) e o mesmo número de vitórias (28) que o City, ficou o United de Sir Alex Ferguson.
Hoje, frente ao seu mais antigo rival, o Manchester City pode colocar um ponto final não só no recorde de vitórias, como poderá tornar-se no mais prematuro campeão que a Premier League terá visto em 26 anos de história.
Apesar da falta de competitividade deste ano, a Premier League é, por norma, das ligas mais equilibradas do mundo. E a maioria dos campeonatos, nos últimos vinte e cinco anos, foram disputados até à última jornada ou, no máximo, com uma ou duas jornadas por jogar. Porém, este ano, ao que tudo indica, não será o caso.