Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Manucho Gonçalves no centro das atenções

22 de Dezembro, 2012

Manucho foi autor de dois golos frente ao Real Madrid na jornada anterior da Liga espanhola da I Divisão

Fotografia: AFP

O atacante angolano Manucho Gonçalves, ao serviço do Real Valladolid, vai ser, hoje à noite, a grande atracção do jogo da 16ª jornada do campeonato espanhol da I Divisão quando a sua equipa receber no seu terreno o Barcelona. A equipa do angolano é a décima classificada com 22 pontos, enquanto o Barcelona é o actual líder da Liga BBVA com 46 pontos e ainda não sentiu o sabor amargo da derrota, enquanto o Valladolid soma 6 vitórias, o mesmo número de derrotas e quatro empates. Na 14ª jornada a equipa do angolano foi à casa do Sevilha ganhar por 2-1, apesar do desaire do atacante da selecção angolana que fez um auto-golo.

Embora o Valladolid tenha pela frente a toda-poderosa Barcelona, no futebol são possíveis os três resultados e espera-se que o angolano possa dar uma boa réplica, já que nesta temporada tem-se destacado na equipa onde já leva seis tentos. No jogo mais recente disputado em casa do Valladolid frente ao Real Madrid, o angolano foi o autor dos dois golos na derrota de 2-3. Na partida disputada no dia 8 deste mês, o angolano marcou primeiro, aos 8 minutos, depois de uma perda de bola na grande área adversária, para aos 12 minutos, Benzema fazer a igualdade.

A inspiração do angolano levou o Valladolid ao comando do placar com outro soberbo golo Manucho Gonçalves, mas o Real Madrid voltou a empatar e estabelecer o resultado final em 2-3. Manucho Gonçalves que saiu do Petro de Luanda em 2008, após o CAN do Ghana, para testar no Manchester United da Liga inglesa, está a fazer a sua melhor época desde que abraçou o profissionalismo na Europa, onde já representou outros clubes.

Vilanova abandona unidade hospitalar 
O treinador principal do Barcelona, Tito Vilanova, que foi ontem operado a um tumor na glândula parótida com sucesso, abandonou já a Unidade de Cuidados Intensivos e tudo parece estar a correr conforme previsto. Vários órgãos da imprensa espanhola adiantaram ontem que a recuperação do sucessor de Pep Guardiola tem corrido muito bem e os prazos estabelecidos para regressar ao activo parecem manter-se. No banco de suplentes do Barcelona, Vilanova tem estado em grande forma e ainda não perdeu na Liga BBVA e lidera com 13 pontos de vantagem sobre o Real Madrid e nove sobre o Atlético de Madrid.

O Barcelona divulgou um comunicado oficial para informar que o técnico Tito Vilanova foi operado normalmente nesta quinta-feira, seguindo o protocolo médico anunciado na última quarta, quando o clube confirmou o reaparecimento de um tumor na glândula parótida do treinador de 44 anos. O cancro foi extraído pela primeira vez em Novembro do ano passado e chegou a ser dado como curado, mas foi novamente diagnosticado após exames de rotina.


ATLÉTICO DE MADRID
Falcao faz balanço positivo da época


A poucos dias do final do ano de 2012, o atacante colombiano Radamel Falcao faz um balanço muito positivo da sua participação na liga espanhola de futebol, considerando-a positiva. “Foi um 2012 maravilhoso, fantástico. Foram muitos os momentos bons. A nota do ano é um nove, talvez, faltou um pontito... Um 9,5 é melhor”, frisou. O colombiano soma 17 golos na Liga espanhola, ocupando o segundo lugar, logo atrás de Messi que soma 25 e à frente de Ronaldo. Apesar de não estar entre os finalistas do prémio Bola de Ouro, Falcao analisa os candidatos e diz que há dois “monstros” com os quais é difícil competir.

“Fico impressionado com o Xavi, Iniesta e Casillas que ainda não ganharam a Bola de Ouro, mas existem estes dois”, declarou. El Tigre comentou a fantástica caminhada do Atlético de Madrid no campeonato, no qual é segundo classificado.“Com os orçamentos que têm, Barcelona e Real Madrid podem dar-se ao luxo de ter os melhores jogadores do Mundo, mas o Barça está em primeiro, o Atlético em segundo e o Real em terceiro. Por esta ordem de ideias teríamos de falar do Barça e depois do Atlético”, concluiu, deixando a turma merengue fora das contas do título.


ESPANHA
David Villa quer
deixar Camp Nou


David Villa quer mudar de vida. O avançado está longe de se sentir satisfeito em Camp Nou e pondera abandonar o Barcelona. David Villa está a perder a alcunha de “Maravilla” que ganhou ao longo do Mundial de 2010 e que se estendeu à Catalunha, graças às suas prestações com a camisola blaugrana. O jogador não tem sido das primeiras escolhas de Tito Vilanova, pelo menos em jogos importantes, uma vez que em partidas de segunda importância vem sendo titular, e precisamente por isso, por pretender ser mais importante num plantel, sobretudo devido à sua função de marcar golos, pondera rumar a outras paragens.

A situação estende-se há algum tempo e se no início o facto de vir de uma lesão explicava essa falta de oportunidades, agora, seis meses depois, o futebolista já não tem margem de compreensão. Por isso, o jornal “Marca” garantiu que se surgir uma boa oportunidade no mercado de Janeiro, El Guaje, como é conhecido em terras espanholas, vai abandonar Camp Nou. Resta saber até quanto está o Barcelona disposto a baixar o preço do goleador. Em 2009, quando chegou à turma blaugrana, Villa custou 40 milhões de euros.


BREVE

Ronaldo continua fiel
ao Manchester United

Cristiano Ronaldo garantiu ontem que se marcar no jogo frente ao Manchester United, adversário do Real Madrid nos oitavos de final da Liga dos Campeões, não vai festejar. “Se marcar ao United não vou festejar”, garantiu o jogador ao jornal “AS”. “Continuo a falar com Ferguson. Sentia-me bem ali, era como uma família. Passei lá seis anos e mantenho uma relação com os meus ex-companheiros. Graças ao Manchester United, estou hoje a desfrutar do futebol no Real Madrid. Sem eles não tinha chegado a ser o jogador que sou hoje”, frisou. Ronaldo, que não atravessa a melhor fase nos merengues, vai ser recebido em Old Trafford de forma efusiva. Os adeptos dos Red Devils continuam a fazer ecoar o seu nome no Teatro dos Sonhos. Ao serviço da equipa inglesa, Ronaldo conquistou a sua única Bola de Ouro, em 2008, quando foi campeão inglês e da Europa, bem como o melhor marcador do Velho Continente.