Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Samuel Etoo pe fim carreira aos 38 anos

09 de Setembro, 2019

Pela Seleco Camaronesa venceu as Olimpadas de 2000 e duas vezes a Taa de frica de Naes, em 2000 e 2002 e foi o maior artilheiro da histria da equipa, com 55 golos marcados.

Fotografia: Dr

No sábado, dia 7, aos 38 anos de idade, Samuel Eto'o anunciou a  retirada dos relvados, após 22 anos de carreira. Eto'o fez história e  tornou-se uma lenda nas  grandes equipas da Europa, de que  se destacam o Barcelona e o Inter de Milão. A par disso, durante largos anos, foi o principal jogador da selecção dos Camarões.
Num "post" no Instagram, Eto'o tinha sugerido aos fãs de que ia "pendurar as chuteiras".
"O final rumo a um novo desafio. Obrigado a todos. Grande amor. Adrenalina", escreveu na legenda.
O avançado teve passagens por "gigantes" europeus. O seu primeiro grande contrato foi com o Real Madrid, em 1997, contudo, dada a pouca idade foi emprestado ao Leganés, onde ficou durante  uma época. Em 1998, voltou para o clube merengue com contrato até 2000, mas voltou a ser emprestado ao Espanyol e depois ao Mallorca, foi contratado em 2000, pelo último.
No Mallorca, o seu talento foi apresentado ao mundo, pela primeira vez. Em 2002, foi campeão da Taça do Rei e tornou-se o maior artilheiro da história do clube, com 70 golos em 163 jogos. Saiu da equipa, em 2004, ano em que se transferiu para o Barcelona, por 24 milhões de euros.
Começava a brilhante história de Eto’o. Na sua passagem pelo Barça, fez parte da equipa lendária que conquistou três títulos de "La Liga", uma Taça do Rei, uma Supertaça de Espanha e duas "Champions League", foi o melhor em campo no jogo com o Arsenal (2005/2006) e autor de um golo, na final com o Manchester United (2008/2009).
A sua história no clube catalão, inclusive, rendeu-lhe uma indicação para o prémio de melhor jogador do mundo, mas ficou em terceiro, atrás de Ronaldinho Gaúcho e de Frank Lampard. Deixou o Barcelona em 2009.
Nesse ano, Samuel Eto’o foi contratado pelo Inter de Milão, onde manteve o alto nível futebolístico e pôde repetir alguns feitos que conquistou no Barcelona.  Alcançou  a "tríplice" coroa no primeiro ano, ao serviço do Inter: um Campeonato Italiano, uma Taça de Itália e uma "Champions League", com a "super" equipa treinada por José Mourinho. Permaneceu em Milão, até à época de 2012.
Depois de  conquistar tudo, fez as malas para a Rússia, para actuar pelo Anzhi Makhachkala, por três épocas.
 Em 2014,  voltou para a Europa. Depois jogou pelo Chelsea, Everton, Sampdória, Antalyaspor e Konyaspor. Por fim, jogou pelo futebol do Qatar, no Qatar SC, onde terminou a sua carreira, esta semana.
Pela Selecção Camaronesa venceu as Olimpíadas de 2000 e duas vezes a Taça de África de Nações, em 2000 e 2002 e foi o maior artilheiro da história da equipa,  com 55 golos marcados.