Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Terry cogita terminar a carreira

18 de Maio, 2017

Jogador disse que vai analisar possíveis propostas e então decide o passo a tomar

Fotografia: Adrian DENNIS | AFP

O central inglês John Terry, de 36 anos, disse que não põe de parte a possibilidade de deixar o futebol no final da época, quando terminar o contrato com o Chelsea.

Terry é figura emblemática do campeão inglês, chegou ainda criança, aos juvenis, em 1995, explicou que ainda não tomou a decisão em relação ao futuro, apesar do interesse de outras equipas inglesas, da China, ou dos Estados Unidos.

“Ainda não coloquei de parte a hipótese, de domingo [frente ao Sunderland] ser o meu último jogo como profissional, e retirar-me logo de seguida”, referiu o jogador em declarações à estação televisiva \"Sky Sports\".

O jogador disse que se chegar uma boa proposta de Inglaterra ou do estrangeiro, que  se senta com a sua família para analisá-la, embora, nenhuma decisão tenha sido tomada, encontrando-se numa fase de análise do que deve fazer.

Recentemente, o Chelsea anunciou que John Terry vai deixar o clube, ao fim de 19 épocas nos londrinos, com os quais conquistou cinco títulos de campeão, cinco Taças de Inglaterra, três Taças da Liga, uma Liga da Europa e uma Liga dos Campeões.

“Não podia ter escrito história mais maravilhosa, saiu melhor do que pensei: sair como campeão e deixar o clube nas melhores mãos possíveis, com um magnífico grupo de jogadores, um treinador de primeiro nível, e um dono fantástico”, sublinhou.

O central conquistou o seu primeiro grande título com os ‘blues’, com a chegada do treinador José Mourinho ao clube, em 2004/05, vestiu a camisola do Chelsea em 716 ocasiões, desde a sua estreia em 1998, e em 579 como capitão.

“É um grande homem. Ajudou-me muito, na minha primeira época no clube [a actual]. Teve um papel fabuloso, tanto dentro, como fora de campo”, elogiou o treinador italiano Antonio Conte, que levou o clube ao título de campeão.

O Chelsea já consagrado campeão, venceu o Watford, por 4-3, no jogo da 37ª jornada da liga inglesa de futebol, marcado pelo golo de John Terry.
O técnico italiano António Conte decidiu homenagear o histórico central do Chelsea, que abandona o futebol no final da época, deu-lhe a titularidade frente ao Watford, e este inaugurou o marcador ao 22 minutos, na sequência de um pontapé de canto, que levou ao delírio os adeptos dos ‘blues’ e o seu treinador.

No entanto, dois minutos volvidos, Terry não conteve a felicidade de marcar na que pode ter sido a sua despedida de Stamford Bridge, cometeu um erro defensivo, ao estar na origem do golo do empate do Watford, pelo francês Etienne Capoue, quando pretendia atrasar a bola de cabeça para o  guarda-redes.