Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Futebol Internacional

Um pesadelo Real

10 de Janeiro, 2019

Fotografia: DR

Os \"merengues\" continuam a viver um pesadelo real, em Espanha, Cristiano Ronaldo parece que deixou um \"feitiço\" à sua antiga equipa, antes de rumar para Turim, onde abraçou o projecto da Juventus.
A derrota que os madrilenos sofreram diante da Real Sociedad, a nona na época em curso, mostrou mais uma vez um conjunto frágil que deixa a equipa a dez pontos do líder Barcelona.
Depois de Zidane concluir o seu ciclo no clube merengue, a sua sucessão não se afigurava fácil, a escolha do presidente Florentino Pérez recaiu em Julen Lopetegui, antigo treinador do FC Porto, que tinha contrato com a Federação Espanhola para treinador da selecção.
O técnico foi despedido da selecção espanhola, 48 horas antes de estrear-se no Mundial de 2018 com Portugal, por negociar com o Real Madrid sem falar primeiro com os responsáveis federativos.
Entretanto, muito cedo o \'casamento\' começou a dar mostras de ter  os dias contados, com as pálidas exibições da equipa e as primeiras derrotas. A última, foi o humilhante 5-1, em casa do rival Barceolona, que precipitou a saída do ex-técnico do FC Porto, numa altura em que o Real Madrid estava a sete pontos dos catalãs, na tabela classificativa.
Florentino Pérez optou por Santiago Solari, na hierarquia, passou de treinador da equipa B, para assumir a formação principal, de forma interina. Todavia, os bons resultados nos primeiros encontros do argentino fizeram o presidente do Real Madrid mudar-se de ideias,  manter o antigo jogador à frente da equipa. Os 10 -1 frente ao Melilla, da Segunda B, em jogo da Taça de Espanha e a passagem para os oitavos - de -final da Liga dos Campeões, como vencedor do grupo, deram algum crédito ao técnico que em Dezembro venceu o Mundial de Clubes.
Apesar dos resultados, Solari fica na história do Real Madrid pelas piores razões: perdeu com o CSKA Moscovo, por 3-0 em casa, na que é a pior derrota europeia na história dos \'merengues\', no Santiago Bernabéu.
A derrota ante a Real Sociedad, a terceira em 71 jogos no Bernabéu, fizeram soar o alarme. Solari não é a solução e o Real Madrid tem de encontrar-se rapidamente, sob pena de até acabar fora dos lugares de acesso à Liga dos Campeões. Quando Lopetegui saiu, os \'merengues\' estavam a sete pontos do Barcelona. Agora, estão a dez, ocupam a 5.ª posição com 30 pontos em 18 jogos, menos um que o Alavés que é o 4.º colocado.Já soma são nove derrotas esta época, em 29 jogos (31,1 por cento dos jogos), as mesmas que sofreu em toda a época passada, em 62 jogos disputados. Além disso, ficou sem marcar em sete dos 29 jogos. Na Liga marcou, apenas 28 golos, em 18 jornadas. Pior, só mesmo em 1991-1992, quando tinha 25 em 18 jogos. E, seis derrotas na Liga também assustam, que é algo que não acontecia desde 2005-2006.