Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1º de Agosto assume provincial

Silva Cacuti - 20 de Março, 2016

Militares líderam agora a competição

Fotografia: Paulo Mulaza

O emblema militar desalojou as rivais da liderança da competição que detinham até à disputa do derradeiro jogo com os mesmos nove pontos, mas também a vantagem de ter vencido na primeira "mão" por 26-24.

Filipe Cruz treinador do 1º de Agosto precisava de mostrar em casa que a derrota anterior tinha sido apenas um acidente de percurso. As suas atletas também ganharam consciência do  real valor e abordaram o jogo com maturidade que lhes confere a experiência e entrosamento, diante de uma equipa aos remendos, como é o Petro de Luanda.

Desde o instante inicial que as militares assumiram a dianteira do marcador. O único empate logrado pelo Petro de Luanda foi 1-1, nos instantes iniciais. As agostinas leram e interpretaram a melhor forma as instruções do "Manual da Desforra".

A meio da primeira parte, Helena Cawel assumiu a baliza do 1º de Agosto e foi responsável por estorvar as iniciativas das comandadas de Vivaldo Eduardo. A guarda-redes foi a figura do jogo com boa percentagem de defesa aos remates da primeira e segunda linha. O Petro de Luanda não jogou mal, Azenaide Carlos, Ríssia Oliveira, Mamy e Joana Costa tudo fizeram, mas não teve espaços para fantasias.

Mwasesa, Natália, Cassoma, Juliana e Luísa motivavam-se com a segurança que lhes era transmitida na retaguarda. A meio da segunda parte o placard já mostrava a equipa que ia sair vencedora e a pequena claque que se formou reduziu o barulho, tal era a certeza da vitória militar. Filipe Cruz alinhou todas as atletas que teve no banco  de suplentes.

Nota negativa do jogo foi a distracção da arbitragem que permitiu a realização do jogo num piso que tinha uma marcação de treinos feita com fita-cola. felizmente, não houve registo de nenhuma situação decorrente do facto.Noutro jogo  no mesmo recinto, a Marinha venceu o Asa por 19-16, outra desforra, já que as aviadoras tinham vencido no jogo anterior por 23-22.