Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1 de Agosto domina a poca

Joo Francisco - 02 de Janeiro, 2014

O despique entre os angolanos foi constatado nas diferentes provas realizadas no pas e o destaque recai no IX Festinal de Fim de Ano

Fotografia: Jornal dos Desportos

O 1º de Agosto dominou a época xadrezística nacional em 2013 ao levar para a sua galeria os troféus das provas Individual Absoluto e do Campeonato Nacional por Equipas, ambas disputadas em Luanda. O primeiro coube ao Mestre Internacional Adérito Pedro exibir as cores do Rio Seco.Adérito Pedro, melhor xadrezista angolano colocado no Ranking Internacional com 2323 pontos, voltou às vitórias na prova mais importante do calendário da Federação ao vencer o campeonato nacional absoluto. A prova é disputada anualmente por atletas apurados de duas eliminatórias, mormente o Zonal 'A' (provas reservadas aos praticantes de Luanda) e o Zonal 'B' (para representantes de outras províncias).

Os melhores tabuleiros “militares” com Adérito Pedro à cabeça também vencerem a principal prova do IX Festival de Xadrez de fim de ano, o Campeonato Nacional por Equipas, que a par dos Campeonatos Nacionais de Xadrez activo (partidas de 30 minutos) e o Campeonato de partidas rápidas (cinco minutos) encerraram a época xadrezista de 2013. As provas disputaram-se de 14 a 23 de Dezembro. Integram ainda a equipa principal do 1º de Agosto os Mestres Internacionais Amorim Agnelo, Ericson Soares, os Candidatos a Mestre Sérgio Miguel, João Mário e Vanderson Dias. A equipa é treinada por Francisco Garrido.

A grande revelação das últimas provas do calendário da Federação da FAX foi, sem dúvida, o júnior David Silva, de 16 anos. O atleta venceu o Campeonato Nacional de Xadrez Activo (partidas de 30 minutos), com 8,5 pontos. David Silva superou os melhores jogadores nacionais, apontados como principais favoritos. Adérito Pedro ocupou o segundo lugar com 7,5 pontos e Ericson Soares ocupou o terceiro posto com sete pontos.

TORNEIO
Bago vermelho
atrai estrangeiros

Como grande novidade da época desportiva, o destaque recai para a primeira edição do Torneio Internacional Bago Vermelho, organizado pela Associação Provincial de Xadrez do Uige, em parceria com o governo local, na cidade capital da província, de 24 a 31 de Julho. A prova, inserida nas celebrações do 96º aniversário da fundação da cidade do Uíge, que se assinala a 30 de Junho, foi ganha pelo sul-africano Danyel Cawldery. O vencedor levou como prémio 300 mil kwanzas.

CLÁUDIO FÉLIX
VENCEU SARPCO

Nas provas internacionais além-fronteiras, o destaque vai também para a vitória do especialista nacional Claúdio Félix no Torneio Individual da SARPCO, realizado no Botswana. O atleta integrou a selecção da Polícia Nacional Angolana e não teve concorrentes ao seu nível. Os angolanos dominam o torneio de xadrez a título individual e por equipas desde a sua primeira participação. A competição disputa-se todos os anos de forma rotativa entre as selecções afectas ao Ministério do Interior dos Países da SADC.
JOÃO FRANCISCO


TAÇA CUCA
A nona edição do torneio Internacional Cuca, disputado no Hotel Skyna em Luanda, entre 20 e 26 de Abril 2013, no âmbito das celebrações de mais um aniversário da empresa cervejeira Cuca-BGI, marcou a época desportiva. A competição foi vencida pelo Grande Mestre francês Vladislav Tkaciev com sete pontos em nove possíveis. O atleta, residente na Holanda, obteve cinco vitórias e dois empates. Na classe feminina, a vencedora foi a belga Ana Zozulia com 7,5 pontos, resultantes de seis vitórias e três empates. O Torneio Cuca-BGI é disputado desde a década de 80 do século XX e a única que permanece fiel aos propósitos da sua criação.

 O Grande Prémio Cidade de Luanda e Torneio Internacional Nocal não resistiram às intempéries dos anos e desapareceram sem deixar rastos.
As três provas revolucionaram o xadrez angolano após a independência nacional. Sérgio Miguel, atleta do 1º de Agosto, foi o melhor angolano no torneio ao totalizar 4,5 pontos, fruto de quatro vitórias e um empate.  No escalão feminino, a melhor representante angolana foi Margarida Susso, atleta da Escola Macovi, com 4,5 pontos. O torneio CUCA-BGI apresentou alto nível competitivo e reuniu atletas de países europeus e de África.