Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1º de Agosto é o grande vencedor em Angola

Silva Cacuti - 01 de Janeiro, 2016

Equipa treinada por António Gaspar voltou a erguer o troféu duas décadas depois

Fotografia: Kindala Manuel

Depois de um longo tempo sem ter o hóquei em patins, dentre as modalidades movimentadas pelo clube, a modalidade do stick retornou ao clube em 2010. De lá para cá, o 1º de Agosto experimentou na passagem pelas suas hostes, de treinadores, dirigentes e atletas até lograr um grupo coeso que chegou à conquista do título nacional.

O primeiro aviso, de que a equipa estava num ano especial, foi dado quando alcançou a final da Taça de Angola. Apesar de ter começado com uma vitória no torneio de abertura e que se ia repetir no campeonato provincial, não fosse a irregular mudança do molde de disputa, poucos davam atenção ao candidato a campeão que trabalhava discretamente. António Gaspar, o treinador militar, arregimentou unidades que se desprenderam da Juventude de Viana, equipa que extinguiu o plantel sénior, mas que sempre que esteve em prova, fê-lo como candidato.

Os gémeos Rui Miguel e André Miguel, o veterano Mamíkua, Kiza, Neri, Tiquinho, Ricardo Cunha, Zé das Botas são alguns dos nomes da conquista militar.

Depois dos triunfos no campeonato provincial de Luanda, na Taça de Angola e Supertaça João Garcia, a Académica de Luanda, treinada por Jurandir Silva sucumbiu ao poderio militar.

A época ficou ainda marcada com a retracção da modalidade, visível na participação de apenas uma equipa não luandina, o HC do Lobito. As Forças Armadas Angolanas e seus ramos asseguraram três equipas, de hóquei em patins. Além do campeão nacional, inscreveram-se no campeonato nacional as equipas do  Exército e do Estado Maior.