Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1 de Agosto revalida ttulo africano

14 de Outubro, 2019

Clube Central das Foras Armadas Angolanas conquistou o seu sexto trofu continental

A equipa sénior feminina do 1º de Agosto ergueu o sexto troféu do seu historial na Taça dos Clubes Campeões Africanos de Andebol, cuja disputa encerrou ontem com final angolana em que a equipa afecta às Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto) venceu o Petro de Luanda por 18-16, depois de estar a perder, ao intervalo por 6-8.
Um jogo económico como, aliás, já tinha sido há cerca de um mês, na cidadela, na definição da Taça de Angola, em que as petrolíferas venceram por 17-13.
As militares, comandadas por Morten Soubak, dinamarquês, fizeram uma primeira parte marcada por alguma passividade defensiva e displicência nos lances ofensivos, ante um Petro que tinha robustez física para acalentar as esperanças da recuperação do troféu que lhe foge desde 2013.
\"Maldito intervalo\", devem estar a dizer Vivaldo Eduardo e seus adjuntos, uma vez que foi a transição do primeiro para o segundo tempo que mudou as características do jogo das adversárias. As campeãs sentiram o \"toque\" e voltaram à quadra determinadas a não perder o que tinham em posse.
Soubak alterou os esquemas defensivos e houve também um tónico na motivação da equipa e foi bastante para encetar o empate, a 9 golos, aos 10 minutos da segunda parte e daí não mais ficar atrás do marcador. Aos 12 minutos já venciam por 13-12 e apesar da resistência das petrolíferas, o marcador lentamente subiu até chegar ao \"score\" final.
Isabel Guialo \"Belinha\" foi a goleadora da partida com seis golos e contou com as notáveis prestações de Gilda Paulo com quatro golos e Natália Bernardo com três tentos.  Da parte do Petro de Luanda Aznaide Carlos foi o rosto do inconformismo, apontou seis. Nenganga e Mungongo marcaram, cada uma três. Menos produtiva esteve Magda Cazanga com apenas um golo marcado.
Para chegarem à final o Petro de Luanda venceu o DGSP da República do Congo por 24-19, enquanto o 1º de Agosto venceu o Abo Sport, também da República do Congo por 32-24.

INTERCLUBE
TRAZ BRONZE

A equipa sénior masculina do Grupo Desportivo Interclube logrou o regresso de uma equipa angolana à zona de medalhas da Taça dos Clubes Campeões, após vencer a formação do JSK da República Democrática do Congo por 24-21 em jogo de atribuição do terceiro lugar da prova, disputado ontem, na cidade da Praia, Cabo Verde.
A última vez que uma equipa masculina angolana chegou ao bronze continental tinha sido em 2011, na prova disputada na cidade de Kaduna, Nigéria, com o 1º de Agosto.
Com a prestação a equipa afecta à Polícia Nacional e comandada por José Pereira Kidó melhora o sexto lugar da sua última presença em 2010. Na disputa da meia-final o Interclube perdeu, 18-30, para o Zamalek do Egipto.