Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

1 de Agosto vence Torneio Z D

28 de Agosto, 2016

Este ano a prova contou com participao de equipas estrangeiras nomeadamente da frica do Sul e de Moambique

Fotografia: M. Machangongo

A formação do 1º de Agosto conquistou ontem, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, a XV edição do Torneio Internacional de hóquei em patins, denominado "Troféu José Eduardo dos Santos", ao vencer na final a Académica do Lobito por 4-3. O torneio de periodicidade anula visou assinalar o 74º aniversário do Presidente da República, que se comemora hoje.

Tratou-se de uma final fortemente disputada em que as duas equipas mostraram por que razão tinham terminado a fase preliminar de forma invicta, em que coleccionaram dois triunfos, em igual número de partidas.  Neste caso a formação militar conquistou o torneio pela primeira vez.

Este ano a prova contou com participação de equipas estrangeiras, nomeadamente da África do Sul e de Moçambique, tendo neste caso contado com um total de seis equipas, sendo as outras duas os mistos de Benguela e do Namibe. Importa lembrar que durante a prova as formações do 1º de Agosto e da  Académica de Luanda tiveram um percurso quase similar, com a equipa militar a evidenciar-se mais, dada as goleadas que impôs aos adversários.

Aliás, dado o potencial destas, quer em termos individuais, quer em termos colectivos, perspectivava-se desde o início uma disputa equilibrada na final de ontem, em que a equipa que soubesse explorar convenientemente os erros do opositor chegaria à conquista do título. Quis o capricho que esta fosse o 1º de Agosto.

Enquanto isso, o Misto do Namibe conquistou a terceira posição. A quarta ficou com o Misto de Pretória, ao passo que a quinta foi ocupada pelo Ferroviário de Maputo. No sexto e último lugar quedou-se o Misto de Benguela. Para chegarem à final, as equipas somaram por vitórias os três jogos disputados. Na primeira jornada, pontuável para o Grupo A, o 1º de Agosto venceu por 6-1 o Ferroviário de Maputo, e a Académica cilindrou por 8-1, o Misto de Benguela, desafio referente ao Grupo A. Na segunda ronda, em que folgou por imperativo de calendário, a Académica viu o 1º de Agosto passear classe vencendo 9-1, o Misto do Namibe. No fecho da fase regular, foi a vez dos militares testemunharem a superiorização dos estudantes por 10-2 frente ao misto de Pretória, da África do Sul.


TÉNIS
Eduardo Morais
é campeão de Sub-18


Eduardo Morais, tenista individual, foi o grande vencedor do título nacional de Sub-18 masculino. O vencedor derrubou na final realizada no court II do Clube de Ténis de Luanda, Augusto Pinto "Ganino" o atleta Danilson Bento, do Sagrada Esperança da Lunda Norte.

A falta de uma exibição consistente da parte do por Danilson Bento, do Sagrada Esperança da Lunda Norte, tal como apresentou-se na partida das meias-finais, onde surpreendeu e afastou Fernando André, campeão deposto, facilitou em grande, permitindo que Eduardo Morais assumisse o controlo do jogo e molda-se a vitória ao seu gosto.

A partida da final teve a duração de 2 h30 e após o termino do confronto o resultado foi de dois sets sem resposta, com os parciais de 6-4 e 7-5, a favor de Eduardo Morais.

O vencedor inquestionável da VIII edição do Campeonato Nacional de Sub-18 antes de atingir a final teve que coleccionar êxito nos confrontos que disputou com Marcelo Araújo, Benvindo Garcia e Henrique Matondo.

Em Sub-16, 14, 12 e 10 os campeões foram os golfistas Hedvides Tuluca, do Kikuxi Villas Club, Baltazar Roque, do Clube de Ténis Bananeiras de Cavaco, João Neves, do Clube de Ténis de Luanda, e Marcos Roque, do Clube de Ténis Bananeiras de Cavaco, respectivamente.

FEMININO

A atleta Larissa Mulemba, do Sagrada Esperança da Lunda Norte, sagrou-se campeã nacional de sub-18. A jogadora lunda derrotou na partida decisiva a Raquel Fortes, do Kitangana, por dois sets a zero, com os parciais de 6-4 e 6-4.

A Níria Calunga, do Kikuxi Villas Club, obteve duplo triunfo, vencendo os nacionais de sub-14 e 16. As vitórias foram asseguradas diante da Márcia Manuel, do Projecto Movimento de Ténis na Comunidade, por dois a zero, com parciais de 6-3 e 6-3, e Anita António, do Kitangana, por dois a zero, com 6-1 e 6-1, respectivamente.

As campeãs das categorias de sub-10 e12 foram as seguintes golfistas: Míria Tuluca, do Kitangana, e Márcia Manuel, do Projecto Movimento de Ténis na Comunidade, respectivamente. Álvaro Alexandre