Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

A Corrida pode voltar Hungria

14 de Novembro, 2019

Fotografia: AFP

A Dorna Sports, promotora da MotoGP, anunciou um acordo preliminar para que a Hungria volte ao calendário da categoria a partir de 2022. O acordo acontece nove anos após a primeira proposta para o regresso ao país falhar. Agora, a Dorna assinou um acordo de interesse com o governo húngaro, o que foi celebrado pelas autoridades.
Laszlo Palkovics, Ministro da inovação e tecnologia disse: “Estou muito feliz em anunciar que a MotoGP está preparada para voltar à Hungria”. Não está claro como o acréscimo do país ao calendário poderá acontecer sem afectar a proposta actual de expandir o calendário de 2022 para 22 corridas, já que Finlândia, Indonésia, Brasil e Portugal também estão entre os prováveis destinos.
Conforme antecipado pelo Motorsport.com, a categoria rainha da motovelocidade mundial voltará ao Brasil na temporada 2022. A etapa brasileira ocorrerá no Rio de Janeiro, no circuito Rio Motorpark, ainda a ser construído na região de Deodoro.
Três locais já receberam provas da MotoGP no Brasil. De 1987 a 1989, Goiânia recebeu as principais motos e pilotos do mundo. Em 1992, foi a vez de Interlagos ser o palco. De 1995 a 2004, o extinto autódromo de Jacarepaguá, no Rio, fez parte do calendário.
Pela categoria principal, as 500cc, Valentino Rossi é o recordista de vitórias, com quatro triunfos. Mick Doohan tem dois êxitos e Makoto Tamada foi o último vencedor da etapa brasileira.