Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ablio Ribeiro ascende a rbitro internacional

lvaro Alexandre - 18 de Fevereiro, 2016

Ablio Ribeiro doravante representa o pas em competies africanas e mundiais como rbitro internacional

Fotografia: M. Machangongo

O angolano Abílio Ribeiro que é  presidente da Associação Provincial de Xadrez do Cuanza Sul ascendeu à categoria de Árbitro Internacional (AI), de acordo com o site da Federação Internacional de Xadrez (FIDE), publicado na sexta-feira. O forte investimento nas várias formações do Sistema Suiss Perfect e Manager contribuiu para a ascensão.

Abílio Ribeiro passa a ser o terceiro angolano a atingir a mais alta categoria da arbitragem mundial, depois de Rogério Silva, primeiro presidente da Federação Angolana de Xadrez  e de Rui Cristina, ex -vice-presidente no elenco de Rogério Silva.

Reagindo à promoção, Abílio Ribeiro disse que "degrau a degrau o país está a subir na Federação Internacional de Xadrez". O desejo de constar entre os melhores do mundo ganha nova dimensão: "Daqui para frente, penso subir até o topo da arbitragem mundial".

O especialista angolano aumentou a fasquia dos objectivos. Abílio Ribeiro acredita que pode ser prelector da Federação Internacional de Xadrez.
"Acredito que posso chegar ao topo da arbitragem da FIDE e ser prelector do mesmo organismo. Vamos subir degrau a degrau. Para a materialização temos de contar com o apoio da FAX e da Confederação Africana de Xadrez", disse.

Abílio Ribeiro assegura que a instituição continental deve reconhecer "os árbitros de Angola e nomeá-los para ajuizarem nas provas africanas e mundiais". Para o efeito, o dinamismo de funcionamento da Federação Angolana de Xadrez deve sofrer alterações. "O actual Conselho de Arbitragem é débil, é um órgão que está muito fragilizado", disse.

Abílio Ribeiro recordou o percurso até atingir a classe da elite mundial: "Até chegar a esta categoria foi uma caminhada muito longa.  Em 1980, Angola começou a dar os primeiros passos na massificação do desporto e em Malanje não foi diferente. Surgiu a febre pelo xadrez. Quando participei do campeonato nacional de juniores de 1982, em Luanda, adquiri muitos  conhecimentos sobre a arbitragem e dirigismo desportivo. Foram os meus precursores o Rogério Silva, Luís Borges, Alexandre Gourgel, Luís Silva (Chirila) e Rui Cristina", descreveu.

Com o fim da carreira de atleta, Abílio Ribeiro decidiu apostar com seriedade na carreira de dirigismo e arbitragem, face à lacuna de especialistas existente no país. Com o decorrer dos anos, "apostei na formação e liderança do Conselho Nacional de Arbitragem, órgão que me deu tarimba. Aprendi muito com os especialistas portugueses e brasileiros".
O primeiro Mestre Nacional de Xadrez, Agostinho Adão, felicitou o presidente da Associação Provincial de Xadrez do Cuanza Sul pelo título alcançado. 
"Estamos de parabéns. Angola derrubou uma grande barreira que durou longos angolanos. Desde a era do Rogério Silva e Rui Cristina, há mais de 20 anos, o país volta a ter um árbitro internacional. Parabéns, Abílio Ribeiro!", felicitou.

Doravante, Angola passa a ser representada nas competições continentais, mundiais e olimpíadas de xadrez.

TORNEIO 19 DE FEVEREIRO
O Candidato a Mestre (CM) Sérgio Miguel e Vanderson Dias, ambos do 1º de Agosto, decidem hoje às 17h00 na sede da Federação Angolana de Xadrez (FAX), a liderança do Torneio 19 de Fevereiro. O jogo da quinta jornada da prova comemorativa do 35º aniversário da FAX, a assinalar-se amanhã, é disputado no primeiro tabuleiro.

CM Sérgio Miguel e Vanderson Dias estão "invictos" na competição e a partida é de risco elevado, apesar de "vestirem" a mesma camisola. Qualquer deslize vai dar lugar a tripla formada por Cláudio Félix, António Silva e Francisco Flora, que espreitam a liderança.

Noutra partida, Cláudio Félix joga com António Silva, Francisco Flora enfrenta Francisco de Almeida, MI Esperança Caxita defronta CM Tito Agostinho, CM Sílvio Famorosa joga com Edivaldo Gama e Bernardo Baptista enfrenta Edivânio Domingos, André Pomplio joga com António Paim, Délcio Adão defronta Amilsénio Pereira, Clésio Agostinho enfrenta Josemar Cabingano, João Amaral defronta Delfina João, Irineia Gabriel joga com Bráulio Mendes e Edimilson António enfrenta CM Fátima Reis.

Ontem, para a quarta jornada, Francisco de Almeida venceu CM Sérgio Miguel e CM Tito Agostinho perdeu diante de Vanderson Dias, António Paim perdeu diante de António Silva, Amilsénio Pereira perdeu diante de Francisco Flora, Josemar Cabingano venceu Bernardo Baptista e João Amaral perdeu diante do MI Esperança Caxita, Edivânio Domingos ganhou à Irineia Gabriel, Délcio Adão venceu Edimilson António, Delfina João derrotou Bráulio Mendes, Clésio Agostinho ganhou ao CM Fátima Reis. Edivaldo Gama empatou com Cláudio Félix.

O mesmo resultado verificou-se no jogo entre André Pompílio e o CM  Sílvio Famoroso.
Na classificação geral, CM Sérgio Miguel lidera com 3,5 pontos, seguido de Vanderson Dias (3,5), Cláudio Félix (3), António Silva (3), Francisco Flora (3), Sílvio Famorosa (2,5), MI Esperança Caxita (2,5), Francisco de Almeida (2,5), Edivaldo Gama (2,5) e Bernardo Baptista (2,5). ÁA