Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Adérito pode falhar Africano

Álvaro Alexandre - 12 de Julho, 2016

Mestre Internacional angolano clama por apoios à classe empresarial

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Mestre Internacional (MI) Adérito Pedro, corre o risco de não participar no Campeonato Africano Individual Absoluto, a decorrer de 16 a 27 de Julho, na cidade de Kampala, na República do Uganda. O campeão nacional absoluto está com dificuldades financeiras e institucional, para assegurar a presença na prova.

Depois de avaliar os procedimentos da deslocação, para o palco do campeonato africano, o atleta do 1º de Agosto está preocupado.“As hipóteses são poucas. Estamos a menos de quatro dias, não existe uma solução clara da Federação Angolana de Xadrez,  nem tão pouco do lado do meu clube. O 1º de Agosto ainda não se pronunciou sobre a solicitação feita pela Federação, para custear os encargos inerentes à minha deslocação", disse.

O melhor angolano no ranking internacional da FIDE, assenta a preocupação, no paralelismo com a equipa do Progresso do Sambizanga. Para Adérito Pedro, a equipa militar pode responsabilizar-se da viagem, à semelhança da agremiação do bairro Sambizanga, que custeou as deslocações de cinco jogadores, dos quais duas senhoras.

O possível afastamento do xadrezista, que lidera a lista Elo Nacional com 2318, deita abaixo o projecto de Angola obter o primeiro título de Grande Mestre. “Assim, fico numa situação embaraçosa. Tenho objectivos claros: a minha intenção é torna-me o primeiro angolano a conseguir o título de Grande Mestre e Kampala é uma excelente oportunidade", disse.

Adérito Pedro sente-se meio frustrado: "Como as coisas estão a acontecer, acredito que o adiamento do meu sonho, é a via mais acertada".
No desabafo angustiante, o atleta do 1º de Agosto sustenta que "na história do xadrez nacional nunca um campeão absoluto ficou de fora do Campeonato Africano Individual Absoluto". "Corro este risco”, desafogou com tristeza.

A Federação Angolana de Xadrez inscreveu no Comité Organizador do Africano Individual Absoluto, os jogadores MI Adérito Pedro (Agosto), MI Erikson Soares, MI David Silva e Mestre Fide Cristiano Aguiar (todos do Progresso do Sambizanga) e MF Manuel Alberto (Escola de Xadrez de Viana), em masculino.

Na classe feminina foram seleccionadas a MI Esperança Caxita, MI Maria Domingos e Especialista Nacional Delfina João (todas do Progresso do  Sambizanga). O embarque da delegação angolana está marcado para quinta-feira com a rota Luanda, Joanesburgo e Kampala.