Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

África presente no Mundial do Qatar

15 de Janeiro, 2015

Tunísia, Argélia e Egipto participam no Mundial de Andebol de 15 de Janeiro a 1 de Fevereiro.

Fotografia: Arimateia Baptista

Tunísia, Argélia e Egipto participam no Mundial de Andebol de 15 de Janeiro a 1 de Fevereiro. O Egipto partilha o Grupo C com França, Suécia, República Checa, Argélia e Islândia, enquanto a Tunísia no Grupo B defronta a Croácia, Bósnia Herzegovina, Macedónia, Áustria e o Irão. O Egipto e a Argélia estão num grupo julgado “difícil” e que integra dois países, precisamente França e a Suécia, detentoras do recorde dos títulos mundiais, assinala-se.

A Tunísia disputou vários jogos amistosos com a Argélia, Brasil, Argentina, Itália, Eslovénia e  Rússia, no quadro dos preparativos para a competição, indica-se. A edição de 2013 do Mundial de Andebol, organizado pela primeira em 1938 em Berlim (Alemanha), realizou-se em Espanha, de acordo com a fonte.

NACIONAIS
Petro e 1º de Agosto
disputam hoje o título


A formação do Petro de Luanda e  a do 1º de Agosto decidem a partir das 16h00, no Pavilhão Multiusos de Nossa Senhora do Monte, o título do Campeonato Nacional de andebol na categoria de juvenis femininos que encerra hoje, na cidade do Lubango, província da Huíla. Para chegar à final a equipa do Petro de Luanda derrotou ontem, com muitas dificuldades a Casa Pessoal do Porto do Lobito, por 27-24. Na outra partida do dia referente às meias-finais, o 1º de Agosto venceu a sua congénere do ASA, por 28-23. 

 O treinador principal do Petro de Luanda, Baiano dos Santos, garantiu que vai procurar fazer o melhor para ganhar o jogo. A determinação, empenho e humildade acima de tudo, vai ser a chave para alcançar um bom resultado. José Terça Chuma, treinador do 1º de Agosto, referiu que era o   objectivo da equipa técnica e atletas chegar a final.  “Pensamos ser mais uma etapa que conseguimos ultrapassar. É, mais uma batalha, mas ainda não ganhamos a prova”, disse José Chuma.

Com essa vitória, adiantou o treinador, o grupo está ainda mais galvanizado por ter conseguido afastar o ASA, campeão em título. “Penso que foi uma vitória mais do que merecida, frente uma equipas que nos criou imensas dificuldades”, reconheceu. Para as classificativas do terceiro ao quarto lugares jogam em femininos o ASA-Casa Pessoal do Porto do Lobito, e em masculinos o Petro do Huambo  com o Kabuscorp do Palanca.
Gaudêncio Hamelay- Lubango

META
José Cangovi Zezi 
ambiciona o bronze


Cumprida a primeira ambição da equipa juvenil masculina do Petro do Huambo, que consistia em chegar aos quartos- de-final, a ambição de José Cangovi “Zezi”, treinador principal da equipa do planáltico passa agora por conseguir o inédito no campeonato nacional que decorre na cidade do Lubango.

A equipa disputa hoje, com o Kabuscorp do Palanca, o jogo classificativo do terceiro lugar da prova. Uma espécie de tira teimas, já que na primeira fase os planálticos surpreenderam os palanquinos.  Ontem, a equipa foi incapaz de tragar o 1º de Agosto e perdeu por 19-22, no jogo da meia-final.

“O nosso objectivo é fazer tudo para conseguirmos o terceiro lugar. Vamos ter como adversário o Kabuscorp, uma equipa que em princípio conhecemos bem, mas vamos jogar o tudo ou nada” , disse o técnico do Huambo. Zezi sabe que a tarefa não vai ser fácil e alicerça a  confiança no jogo realizado ontem, com o 1º de Agosto, com quem tinha perdido por 20 golos (33-13) na primeira fase. O Kabuscorp foi,ontem,  também afastado da final pelo Renascimento do Uije que vai disputar o título com o 1º de Agosto.
S.C