Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Agentes engajados no desenvolvimento

02 de Abril, 2017

Responsáveis do desporto traçaram metas de desenvolvimento para o sector

Fotografia: Jornal dos Desportos

Vários agentes desportivos prometeram na sexta-feira, em Luanda, trabalhar  na implementação da prática dos projectos e programas, que visam o desenvolvimento da juventude e da especialidade.

O facto foi avançado no encerramento do X Conselho Consultivo do Ministério da Juventude e Desportos, decorrido no Complexo do Futungo II, em que os participantes foram unânimes em manifestar o engajamento em tudo fazer, para que os planos estabelecidos pelo Executivo angolano possam beneficiar os respectivos alvos.
            
Nas intervenções, a maioria dos participantes deixou claro a intenção, que só com  empenho e dedicação de todos se pode atingir as metas e os objectivos contidos no Programa Nacional de Desenvolvimento da Juventude (PNADEJ).    A título de exemplo, o presidente da Federação Angolana de Andebol (FAAND), Pedro Godinho, referiu que a instituição vai trabalhar em parceria com os governos provinciais, na massificação da modalidade.

“Estamos em contacto permanente com os governos provinciais, e outras instituições, para que o andebol seja implementado e praticado em todo o país”, disse.
        
Posição idêntica foi defendida pelo homólogo da Federação de Ginástica (FAG), Auxilio Jacob, que considerou ter uma relação privilegiada com entidades de todas as regiões de Angola, que abraçaram a causa da especialidade e do desporto.
  
O director Provincial da Juventude e Desportos no Huambo, Joka Figueiredo, do Cunene, Wacanhumo, de Luanda, Manuel Sebastião, o secretário de Cabinda, André Binda Casimiro, também alinharam no mesmo diapasão, após valorizar as abordagens e conclusões saídas do Conselho Consultivo, orientado pelo ministro da Juventude e Desportos, Albino da Conceição.
      
Também com a presença, entre outros, do antigo basquetebolista e Deputado Carlos Almeida, a reunião balanceou as conclusões do IX Conselho Consultivo.
Houve a apresentação do relatório de actividades do sector – 2016, com a intervenção dos directores provinciais, sobre o estado actual das infra-estruturas juvenis e desportivas (bairros sociais, casas da juventude, centros comunitários campos, pavilhões e de proximidade), amortização de créditos habitacional e do empreendedorismo juvenil, seu controlo e efectivação.

Abordou-se ainda, a estratégia de desenvolvimento do Desporto e sua implementação, programa de implementação das infra-estruturas sócio desportivas de proximidade.

Incluindo informações sobre aprovação do Crédito Projovem 2017 ,  sistema de monitoração e controlo do PNADEJ, realização do XXII Campeonato Africano de andebol sénior feminino (Federação), realização dos VII Jogos da Região 5 da União Africana, prova pedestre São Silvestre2016 (Federação).

O processo eleitoral no associativismo desportivo 2017-2020, regulamentação da legislação desportiva em vigor, ponto de situação da criação da Federação Angolana de Desporto Escolar (MED) e o impacto da preparação do Processo Eleitoral no país -2017 (MAT), também mereceram abordagens informativas.


TÉNIS DE MESA   
Osvaldo Rocha
vence Dia Mundial


O mesatenista Osvaldo Rocha, foi o grande vencedor do Torneio Dia Mundial de Ténis de Mesa, em cadetes masculinos. O atleta individual venceu ontem, na quadra de jogo do Centro de Alto Rendimento de Angola (CARA), Octávio David, da equipa Yotop-SA, em partida referente a final.

Na grelha de partida, o Osvaldo Rocha foi oitavo, e até atingir a final, disputou três partidas. Na fase de eliminatórias despachou  Paulo Andrade (2-0), Júnior Gaspar (2-1) e Francisco Fernandes (2-0). No jogo decisivo, o melhor mesatenista da competição venceu por 2-0,  Octávio David.

A classificação final foi a seguinte: Osvaldo Rocha, Octávio David, Francisco Fernandes e Reginaldo Fernandes.  Em cadetes femininos, a primeira classificada foi a Carla Ferreira. O título alcançado após a vitória de 2-0, diante de Eugénia Simões. A jogadora derrotada na final, quedou-se na segunda posição, e Kalyane de  Sousa contentou-se com o terceiro lugar.

O programa das festividades foi aberto, com a realização de uma partida simbólica. As honras foram atribuídas ao ex-presidente da Federação Angolana de Ténis de Mesa (FATM), Filomeno Fortes, que derrotou (2-0) o adversário Sandro Nédio, amigo e simpatizante da modalidade.O programa das partidas, com essência competitiva, foi complementada com as de carácter de demonstração. O destaque foi para as quadras de jogo, que reuniram os campeões de 2016, nas distintas categorias. Os confrontos terminaram empatados.  Isabel Albino empatou com  Ruth Tavares, com os parciais de 11-7 e 9-11, e  Elizandro André repartiu o resultado com  José Mayone, com os parciais de 11-9 e 8-11. O certame foi organizado pela FATM, em alusão a celebração do aniversário da Federação Internacional de Ténis de Mesa, assinalar-se no dia 6 do corrente mês.
                                Álvaro Alexandre