Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Albert Contador perde director "amigo"

27 de Março, 2015

A saída de Bjarne Riis da equipa Tinkoff-Saxo apanhou de surpresa ciclista espanhol

Fotografia: AFP

O ciclista espanhol Alberto Contador, vencedor da Volta a França em 2007 e 2009, admitiu nada saber sobre os motivos que levaram a Tinkoff-Saxo a afastar o director desportivo Bjarne Riis.

A principal figura da equipa russa disse, antes do início da segunda etapa da Volta à Catalunha, que "neste momento, a prioridade é compreender qual é a situação". O espanhol ressalta que o grupo só sabe o que diz o comunicado e é preciso "perceber as razões que levaram a tomar esta decisão".

Albert Contador garantiu não ter mais informação do que aquela que foi veiculada pelos meios de comunicação, mas realçou que o dinamarquês é alguém "muito importante" na sua carreira.

A Tinkoff-Saxo anunciou na última terça-feira que o director desportivo Bjarne Riis não está a trabalhar com a equipa desde o Milan-San Remo, que decorreu no último domingo.

"A Tinkoff-Saxo gostava de clarificar que Bjarne Riis não está activamente envolvido nas actividades da equipa desde o último domingo. Contudo, não foi suspenso do seu papel activo devido à falta de resultados ou por motivos financeiros", lê-se num comunicado da equipa.

VALVERDE GANHA
“POR ENGANO”


Valverde, um dos mais importantes ciclistas espanhóis da última década, queria lançar o 'sprint' para a vitória do seu colega e grande amigo José Joaquín Rojas, mas acabou por errar nos cálculos de velocidade e "roubou" o triunfo ao companheiro na Movistar, que acabou em segundo em Olot (Girona), diante do suíço Martin Elmiger, da equipa IAM Cycling.

Em mais uma tirada que não foi vista pelos telespectadores, pelo segundo dia, a organização não conseguiu transmitir a corrida, desta vez devido à chuva intensa que fustigou o pelotão nos 191,8 quilómetros entre Mataró e Olot.