Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Alex Lynn desenvolve carros da Williams

30 de Janeiro, 2015

Alex Lynn desenvolve carros da Williams

Fotografia: AFP

O jovem, de 21 anos, tem como papel usar o simulador da equipa para ajudar no desenvolvimento do carro e do trabalho dos engenheiros para cada uma das etapas do calendário, além de estrear na pista o volante da equipa inglesa na semana de testes em Barcelona, no mês de Maio.

Alex Lynn começou a carreira na Fórmula Renault Britânica, quando em 2011 bateu o recorde de vitórias, com 12 em 20 corridas. Depois, passou pela Fórmula Três Britânica e Fórmula 3 Europeia, para em 2014 conquistar o título da GP3 com recorde de vantagem de pontos sobre o vice-campeão. Em 2015, além do trabalho na Williams, o piloto vai competir na GP2 pela equipa DAMS.

"A Williams tem um histórico de trazer talentos jovens e o cargo de piloto de desenvolvimento é feito principalmente para recrutar quem pode ajudar a equipa nos nossos trabalhos internos", disse a vice-presidente e directora comercial da equipa, Claire Williams.

Em comunicado, a equipa ressaltou que as equipas britânicas estão sempre à procura de talentos nascidos "em casa" e Alex atraiu a atenção pelas óptimas performances no GP3.

Dentro da Williams, Lynn vai trabalhar com a piloto de testes Susie Wolff, o brasileiro Felipe Massa e também o finlandês Valtteri Bottas, a quem  serve de inspiração.

"Posso seguir o caminho de Bottas, que entrou na Williams exactamente no papel de piloto de desenvolvimento e com muito trabalho e determinação, saiu para ganhar o título de GP3 e achar lugar na Fórmula 1", disse o britânico.


PRÉ-ÉPOCA
Force India
afasta testes


A Force India anunciou que não vai participar dos testes de pré-época marcados para domingo próximo, em Jerez de la Frontera, na Espanha. Em causa está mais um capítulo da crise financeira que atravessa boa parte das equipas da Fórmula Um.

"Decidimos não participar com o carro de 2014. As possibilidades de aprendizagem seriam limitadas. Portanto, a nossa atenção está voltada para Barcelona", divulgou a equipa no seu perfil no Twitter.

Uma semana atrás, a Force India divulgou a pintura que vai ser utilizada no carro da próxima época. No entanto, diferente de outras equipas, usou o modelo de 2014. A expectativa é que em Barcelona a equipa já trabalhe com o equipamento novo.

Marussia e Caterham tiveram participação nos testes de Jerez descartada pela própria administração do circuito espanhol, com ausências justificadas pela crise financeira das duas equipas. O problema, aliás, fez com que a FIA não confirmasse a inscrição de ambas para a época.