Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Alonso exalta ideias da hora

23 de Novembro, 2015

Piloto da McLaren reclamou do motor do seu carro em diversas ocasiões durante o mundial

Fotografia: AFP

Apesar da problemática época no regresso à Fórmula 1, a Honda aspira boas expectativas para o espanhol Fernando Alonso, que reclamou do motor em diversas ocasiões durante o Mundial deste ano.Após ter novos problemas na sua McLaren durante o fim de semana passado, em Interlagos, o bicampeão ressaltou que as ideias "únicas" da fabricante japonesa serão muito difíceis de serem copiadas por outra equipa, lembrando que os nipônicos optaram pela não contratação de engenheiros já experientes e de outras equipas.

Questionado se essa política da Honda era um problema da escuderia de Wooking, Alonso despistou: “Pode ser uma fraqueza ou uma fórmula vencedora. Eu escolho acreditar que isso é uma fórmula vencedora. Se você copiar o que a Mercedes faz, você pode se aproximar da Mercedes, mas nunca poderá ser melhor que a Mercedes”, disse o asturiano, 17º colocado do Mundial 2015, com meros 11 pontos.

“Estar em outra cultura, com outra disciplina e outra ética de trabalho talvez tenha dificultado este ano, porque um pouco do processo foi mais lento do que poderia ser, mas acho que algumas das ideias que nós temos são únicas no paddock. Se as fizermos funcionar, será muito difícil alguém nos copiar”, explicou o piloto de 34 anos.

Alonso não esconde que “a unidade de potência não estava pronta para competir em alto nível neste ano”, mas aponta que a McLaren tem todas as condições para se recuperar e competir com igualdade com as outras grandes equipas.“Nós temos tudo”, garantiu o espanhol. “O carro está a responder bem, aerodinamicamente nós temos uma direcção para seguir, estamos a melhorar e eu vejo onde estou na pista, como atacamos as curvas e o quão rápidos nós somos nas curvas”, acrescentou.“Então, eu não estou com medo de que o carro do ano que vem não seja de alto nível”, encerrou o campeão mundial de 2005 e 2006.

CORRIDA
Vettel vence em Londres

Terceiro colocado do Mundial 2015 de Fórmula 1, o alemão Sebastian Vettel venceu a Corrida dos Campeões, disputada numa pista montada no Estádio Olímpico de Londres, no sábado. Na decisão, o piloto da Ferrari foi mais rápido do que o dinamarquês Tom Kristensen, responsável pela eliminação de Nelsinho Piquet.