Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Alunos do Bengo ingressam no 1 de Agosto

Pedro Futa - 22 de Agosto, 2019

Fotografia: Dr

Stela Lucas, Janeth Quissumbi, Jacira Gaspar, Bernardo Sumbula e Leonel António são \"os novos diamantes\" da escola de atletismo do 1º de Agosto. Os promissores atletas com idades entre 13 e 15 anos de idade são alunos de diferentes escolas públicas da província do Bengo e foram descobertos na prova de corta-mato inserida na 10ª edição dos Jogos Escolares da Região Norte disputado nesta terça-feira ma floresta da ilha de Luanda.
De 13 anos de idade, Stela Lucas conquistou triplete nas provas de meio-fundo, mormente, 800m, 1500m e três mil metros. Na última, estabeleceu a marca de 14min19s70, seguida de Janeth Quissumbi (14min40s21) e Jacira Gaspar (15min08s52).
Em masculino, a província do Bengo brilhou com Bernardo Sumbula. O aluno de 14 anos de idade venceu a prova de corta-mato (três mil metros) com a marca de 19min02s70. Nos lugares subsequentes ficaram Ngueinaman Adriano (Luanda - 19min37s32) e Leonel António (Bengo - 19min48s82).
Em declarações ao Jornal dos Desportos, o coordenador de atletismo da escola do Bengo, Augusto Severino, garantiu a transferência dos alunos para a escola de formação do 1º de Agosto.
\"O 1º de Agosto descobriu alguns atletas que vão integrar a sua escola de formação nas especialidades de velocidade, meio-fundo e fundo. O Bengo foi bem representado na prova de atletismo\", disse.
Os professores de educação física das províncias do Bengo e de Luanda clamam ao Executivo angolano a construção de uma pista de tartan para desenvolvimento do atletismo no município de Cacuaco.
Nilton Leitão, professor e treinador de atletismo no Bengo, asseverou que a falta de uma pista de tartan e de clubes federados causa transtornos aos estudantes.
\"Os atletas treinam nas escolas em piores condições. Não temos pista de tartan para a prática de atletismo e de clubes federados para absorverem os atletas. Não há continuidade do nosso trabalho de formação\", lamentou.
Para se pôr fim às lamentações, Paulo Lumaty, professor de Cacuaco, apela à parceria entre as escolas e os clubes.
\"No trabalho de massificação, encontrámos muitos talentos naquela localidade e uma pista de tartan seria mais-valia também para a região do Bengo. Por esse motivo, apelamos à parceria entre clubes e as escolas\", justificou.