Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Alvalade abre portas s mulheres

Rosa Panzo - 11 de Março, 2019

As mulheres no precisam pagar nada e, em duas horas

Fotografia: Domingos Cadncia| Edies Novembro

Em homenagem às mulheres angolanas, a piscina do Alvalade tem as portas abertas todos os sábados entre às 10h00 e às 12h00 para acolher as interessadas em aprender a nadar. Inserido no projecto "Mulher a Nadar", a actividade é gratuita e visa promover a prática de natação.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, o director da Piscina de Alvalade, Moisés Cabenda, assegurou que "todas as atenções estão dirigidas nesse projecto no mês de Março", depois de lançamento do programa "Natação para Todos" há duas semanas.
A finalidade é alcançar cerca de 600 praticantes."As mulheres não precisam pagar nada e, em duas horas, vão beneficiar de aulas para aprender a nadar", frisou.
Moisés Cabenda garantiu que a instituição vai levar a cabo, nos próximos tempos, outras iniciativas para massificar a natação.Na qualidade de representante do Estado no acto de lançamento do projecto "Mulher a Nadar", a ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento Neto, incentivou as mulheres a ocuparem os tempos livres com actividade que fazem bem a saúde.
"Nesse mês de Março, o incentivo é para as adolescentes e jovens à prática de hidroginástica. Essa é uma edição especial para as meninas e jovens. Achamos que é necessário ocupar os seus tempos livres a fim de se encontrar os grandes talentos de natação. A nossa pretensão e da Federação Angolana é encontrar as futuras campeãs", disse a ministra.O acto de lançamento do projecto "Mulher a Nadar" foi testemunhado por mais de uma centena de mulheres de várias faixas etárias.                    

MASSIFICAÇÃO
Brandão incentiva “Mulheres a Nadar”

O professor de natação Cláudio Brandão é um dos monitores das aulas da hidroginástica na piscina do Alvalade. O treinador defende que a natação é uma disciplina "muito importante" para a saúde.
"A natação é muito importante para a saúde. No mês das mulheres, queremos proporcionar a todas as mulheres essa disciplina muito essencial para a saúde humana. Vamos levar a cabo quatro sábados com muita euforia e as mulheres vão receber as capacidades  motoras aquáticas básicas", esclareceu.
Em apoio, o presidente da Federação Angolana de Natação, Mário Fernandes, assegurou que a instituição reitora está de "braços dados" com a  direcção do Complexo da Piscina do Alvalade no projecto "Mulher a Nadar" para promover a modalidade.
"Estamos unidos nesse programa. O sector feminino trazem habitualmente para o país medalhas que elevam o nome de Angola nas competições internacionais", disse.
A título de exemplo, Mário Fernandes citou a prestação recente da nadadora Lia Lima no campeonato da zona IV em Windhoek, em que conquistou sete medalhas de ouro. 
"Por isso, acreditamos que, nesse grupo de meninas (inseridas no projecto Mulher a Nadar), futuramente pode sair uma campeã. No entanto, estamos aqui para apoiar", sustentou.
O presidente da Federação Angolana de Natação sustentou que é apanágio da instituição promover a massificação para "se encontrar as campeãs".